segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

S.C.Vinhense passa à 2ª Fase da Taça Inatel (SÉNIORES)

S.C.Vinhense 1 - 1 Sport Clube do Sado

Ao empatar ontem (dia 27-Dez) na Vinha das Pedras na última jornada da 1ª Fase, o S.C.Vinhense classificou-se para a 2ª Fase da Taça Inatel, fase ainda Distrital mas que já apura as equipas que irão disputar a fase final nacional.Num jogo bem disputado em que a equipa visitante marcou logo cedo, aos 17 m da primeira parte num lance que aparentemente não trazia qualquer perigo para a equipa do Vinhense, mas o guarda redes Washington complicou tirando uma bola a cair sobre a barra para dentro do campo, e isso foi fatal para a equipa da casa, pois um avançado da equipa de Setúbal adivinhou o lance e aproveitou para inaugurar o marcador. A partir daí os visitantes limitaram-se a defender o resultado, só se abeirando da baliza do Vinhense, em lances de bola parada. O Vinhense por seu lado tudo fez para chegar ao golo, mas a falta de tranquilidade e a precipitação do seu ataque, fez com que o intervalo chegasse com o resultado em 0-1. No segundo tempo, mais do mesmo, só uma equipa atacou, a do Vinhense, e durante toda a segunda parte. O golo do empate só chegou aos 75 minutos de jogo, numa jogada de insistência, após um livre no meio campo, marcado pelo Guarda Redes Washington, que bombeou a bola para dentro da área adversaria, vários jogadores saltaram à bola e apareceu Álvaro a empurrar para o fundo da baliza. Antes disso o Vinhense, a jogar já com cinco homens lá na frente, tinha desperdiçado três grandes “chances” de fazer o golo, duas pelo próprio Álvaro e uma por Célé. Saliente-se a grande segunda parte da equipa do Vinhense, com vários jogadores a realizarem exibições de grande nível, pena foi não ter sido traduzida em golos. A garra e determinação de alguns jogadores foi importante para que o Vinhense conseguisse pela segunda vez consecutiva passar à segunda fase deste renhido campeonato, onde nesta última jornada ainda não havia nenhuma equipa teoricamente já apurada. Parabéns aos jogadores do Vinhense pela sua atitude, comportamento, capacidade de sofrimento e sobretudo pela qualidade de jogo que têm vindo a demonstrar esta época.

Jogaram pelo Vinhense:
Washington; Zé Rodrigues, Pedro”Gato”(cap), Nari e Manucho; (depois Pélé aos 70 m), Eliseu, Hugo Almeida, Morbey (depois Nilton aos 60 m); Álvaro, Bruno Lopes (depois Ricardo aos 50 m), e Célé.
Treinador: José Banastrinha

A segunda fase têm início dia 9 de Janeiro, desconhecendo ainda o Vinhense qual é o seu adversário.
Texto: José Banastrinha

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

S.C.VINHENSE - Resultados do fim de semana de 19/20 de Dezembro

Escolas B:
S.C.Vinhense 6-0 Paio Pires

Infantis:
C.R.I. 7-0 S.C.Vinhense

Iniciados:
S.C.Vinhense 0-1 F.C.Barreirense "B".
Fo

C.R.I. 1-2 GC Corroios-B (Juvenis)

Manhã de Domingo muito fria com a equipa do C.R.I. a receber o Ginásio de Corroios “B”, para um jogo que se adivinhava muito difícil a juntar a muitas ausências na equipa.
 A equipa do C.R.I. Alinhou com:
Tiago Ramos (gr.);
Davi Rodrigues; Fábio Cartaxo; José Pedro (Cap.); e Hugo Borges;
Fábio Jorge; Tiago Poupinha; Luís Trevas e Rafael Sardo;
 Juelmer Gomes e Ricardo Garcia.
Como Suplentes: Ruben Zacarias e Diogo Faísca;

Início de jogo fulgurante para a equipa do C.R.I. logo aos 30 segundos vai chegar ao 1º golo após um excelente passe de Juelmer Gomes a isolar Fábio Jorge que marca o primeiro golo da partida.
A equipa do C.R.I. teve um excelente início de jogo dominando por completo a partida, criando perigo junto à baliza contrária principalmente através da marcação de pontapés de canto.
Até aos 20 minutos do 1º tempo cria 3 oportunidades de golo flagrantes a 1ª através de uma excelente jogada de combinação entre Fábio Jorge e Ricardo Garcia com este isolado a não conseguir bater o guarda-redes contrário, logo de seguida em dois cantos consecutivos mais duas grandes oportunidades para dilatar o marcador.
Como no futebol quem não marca sofre e empolgados pelas oportunidades que criavam os jogadores da casa empurravam a equipa de Corroios para a sua defensiva e numa perda de bola na zona defensiva da equipa forasteira foi aproveitada para um ataque rápido com o jogador de Corroios a ganhar a bola na sua zona defensiva a correr até à entrada da área do C.R.I. onde rematou sem hipóteses para Tiago, um golo estranho sem que nenhum jogador da equipa da casa tenha saído ao encontro do adversário estavam decorridos 25 minutos do 1º Tempo.
No minuto seguinte o Corroios vai-se adiantar no marcador após um cruzamento com a bola caprichosamente a bater na cabeça do avançado e a entrar na baliza do C.R.I..
O Corroios tinha dado a volta ao resultado sem até então ter criado qualquer perigo junto da defesa contrária.
Aos 30 minutos cartão amarelo para Luís Trevas.
Até final da 1ª parte a equipa de Alhos Vedros manteve o ascendente sobre a equipa adversária.
Nesta 1ª parte o C.R.I. teve 6 cantos a seu favor e a equipa de Corroios 2.
Na saída para o intervalo cartão vermelho para um jogador do Corroios.
Ao Intervalo C.R.I. 1 – Corroios 2.
A 2ºª parte não alterou a tendência do jogo foi praticamente jogado no meio-campo da equipa de Corroios.
Aos 8 minutos do 2º tempo saiu Rafael Sardo e entrou Diogo Faísca.
Aos 20 minutos do 2º tempo cartão amarelo para Tiago Poupinha.
A equipa do C.R.I. foi criando várias oportunidades de golo quer na marcação de cantos Fábio Cartaxo vai cabecear ao poste aos 30 minutos do 2º tempo com a bola a bater da parte de dentro do poste e a percorrer a risca de golo ao poste contrário onde foi aliviada por um defesa contrário
Aos 40 minutos do 2º tempo Ricardo Garcia na conversão de um livre a atirar à barra.
Cartões amarelos para Davi aos 33 minutos do 2º tempo e Juelmer aos 35 minutos do 2º tempo.
No 2º tempo o C.R.I. teve a seu favor 8 cantos e 4 livres directos perto da área do Corroios contra nenhum da equipa forasteira.
Resultado Final:
C.R.I. 1- Corroios B 2.
Resultado injusto para as oportunidades e futebol jogado pela equipa do C.R.I..
De realçar a grande atitude demonstrada pela equipa que tentou até ao fim mudar o rumo dos acontecimentos, criando diversas oportunidades para no mínimo empatar o jogo.
Uma prenda de Natal amarga para esta equipa que neste jogo pelo que demonstrou e pelo que lutou merecia um melhor resultado.
Uma palavra final para os 13 jogadores disponíveis para jogar este domingo, o resultado não foi positivo mas a vossa atitude em campo demonstrou que fizeram tudo para conseguir outro resultado e quando assim acontece estão todos de parabéns.
Nas próximas jornadas se continuarem a manter a mesma atitude os bons resultados vão voltar a aparecer.
 Aproveito para desejar um Feliz Natal e um prospero Ano Novo.
 

Texto: JF

S.C.Vinhense 0-1 F.C.Barreirense "B" (Iniciados)

Jogo a contar para o campeonato da 2ª Divisão Distrital de Iniciados - Série "B". Num dia nublado e com muito frio pela frente o Vinhense acabou por perder 1-0 no seu reduto frente ao Barreirense B.
Num jogo muito bem disputado e com o Vinhense sempre mais com o controlo da situação, acabou por ser o Barreirense a conseguir marcar um golo de canto, que deu os 3 pontos à sua equipa. O Vinhense ainda poderia ter empatado o desafio numa excelente oportunidade mas acabou por não conseguir.
Acaba por ser um resultado novamente injusto, pois a equipa do Vinhense, pelo menos merecia um empate.
 
Equipa Inicial: Pedro (Gr), Fausto (Cap), Randy, Rafael, João Oliveira, Sandro, Luis, Keegan, Ivan, Sergio e Ruben
Entraram: Bruce, Dudu, Marco, Tiago Sousa.
Resultado Final: SCVinhense 0-1 FCBarreirense "B"
 
Texto: Gonçalo Lopes

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Indefectíveis impõem 1ª derrota à UDR Quinta Conde

Vitória sem qualquer contestação
 
No jogo grande da 10ª jornada do campeonato a UDR Quinta do Conde, líder até então da prova, recebeu no seu reduto a equipa dos Indefectíveis. Era um confronto entre o 1º classificado e o 3º, estas equipas consideradas por muitos como verdadeiros candidatos à conquista do ceptro de campeão. Entrou melhor a equipa de Alhos Vedros que vindo de duas exibições menos conseguidas, parecia uma equipa transformada e muito perto do seu melhor. Com os seus jogadores a anularem a pedras influentes da equipa da União da Quinta do Conde. Na sua 1ª jogada de ataque os Indefectíveis, 1º remate, golo concluiu André Batista. No seu 2º remate à baliza os Indefectíveis fazem o 0-2 por Sérgio Orvalho, por essa altura nunca os homens da Quinta Conde tinham conseguido impor o seu jogo. Os de Alhos Vedros mantiveram o seu jogo e foram desperdiçando várias ocasiões de golo o resultado foi se ampliando 0-3 por Fábio Pratas e 0-4 por Thiago Moreira, com tónica para o "placard" aumentar para os homens de Alhos Vedros, o treinador da UDR Quinta Conde procedeu a uma alteração táctica importante ao lançar o guarda redes avançado a 5 minutos do fim da primeira parte. Percebeu e a bom tempo que se jogasse como estava provavelmente sairia derrotado por números mais largos. foi ai que os homens de Ricardo Fernandes tiveram que recuar no terreno para defender as situações 5x4. A União reduziu e ao intervalo o resultado era de 2-4.
 
No segundo tempo a tónica foi a mesma a UDR Quinta do Conde jogou sempre em situação 5x4 quando os Indefectíveis não conseguiam evitar a entrada do mesmo. O marcador ainda sofreu alterações 3-4 e depois 3-5 por Castrol, a União ainda reduziu para 4-5, resultado com que atingiu o final da partida.
 
Em resumo vitória justíssima dos de Alhos Vedros que foram sempre a melhor equipa em campo. Com esta vitória Os Indefectíveis reforçam a sua condição de 3º Classificado e a sua candidatura ao play-off final para apuramento do campeão.
 
Na próxima jornada a equipa dos Indefectíveis recebe a ACD Cotovia, o jogo realiza-se no próximo dia 02/01/2010 pelas 17H00 no pavilhão José Afonso em Alhos Vedros

sábado, 19 de dezembro de 2009

C.R.I. 2-0 Paio Pires FC(Juniores)

O CRI voltou esta tarde aos triunfos ao vencer o Paio Pires por 2-0.

Depois da derrota injusta da semana passada na Quinta do Conde, a equipa de Nuno Aiveca encarou o jogo, desta tarde, de maneira adulta e foi superior ao conjunto de Paio Pires, que vinha moralizado pela vitória caseira sobre o Monte da Caparica.

O avançado Amândio encarregou-se de apontar os dois tentos da equipa de Alhos Vedros. Ao minuto 13 num excelente trabalho à entrada da área, o atacante do CRI, atirou forte e colocado e fez o primeiro. Depois disso Nuno Aiveca teve alguns contratempos com as lesões de Faísca e Fábio, que por momentos debilitaram a equipa.

Mas os visitantes pouco fizeram para negar a desvantagem, tendo sido quase sempre inferiores ao CRI. No inicio do segundo tempo (50’) o CRI voltou a marcar, novamente por Amândio, de grande penalidade a castigar uma carga sobre si no interior da área.

Até final a equipa de Alhos Vedros poderia ter ainda ampliado a vantagem, mas a pontaria não foi a melhor na hora da finalização.

Texto: David Fernandes

C.R.I. 7-0 Vinhense (Infantis)

Nesta primeira jornada do Campeonato Complementar Serie B, CRI recebeu Vinhense que saiu derrotado por 7-0.

Uma primeira parte bem morna e sonolenta do CRI, ansiosos e desesperados demais levou-os ao um jogo mau e muito individual com várias oportunidades de golo mas falhadas. Até que apareceu o único golo da primeira parte marcado pelo capitão André Lino. A segunda parte do jogo correu muito melhor, não o que se estava a espera, mas cumpriram, marcando mais 6 golos por intermédio de João Perico, Diogo Rebelo, e quatro golos do avançado Diogo Tomás (uma grande penalidade). Ao longo das jornadas verificam-se e anotam-se os erros e detalhes que a equipa tem que melhorar, e em relação a isto, desde o inicio da época tais mudanças positivas se têm verificado, os grandes inimigos que temos tentado combater é a ansiedade, desespero e medo, assim que ultrapassados estas dificuldades tudo melhorará muito mais rápido.
O jogo contou ainda com a presença dos seguintes elementos: Diogo Brito, Pedro Liberato, André Madeira, Diogo Rebelo, Diogo Tomás, Gonçalo Cunha, Fabio Batista, André Lino, João Perico, Gonçalo Amaral, Ruben Silva e João Parreira.


Texto: Eugeniu Dodonu

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

VINHENSE - ESCOLAS - Torneio de Natal, 2009.

O S.C.Vinhense vai organizar no dia 19 de Dezembro (sábado) do corrente ano o Torneio de Natal no escalão de Escolas e irá ter a participação, para além do Vinhense "A" e "B", das equipas do S.L.Benfica do F.C."Os Belenenses".


Comparece e apoia os jovens das equipas participantes.




Fonte: Miguel Lopes (S.C.V)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Vídeo: Alhosvedrense Tiago Faquinha representou Portugal

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

C.R.I. 1- 1 GD Fabril (Escolas "A")

Na manhã de sábado disputamos o nosso ultimo jogo desta primeira fase do campeonato distrital de Escolas A, e nada melhor que uma boa equipa como o Fabril para testarmos a nossa evolução ao longo desta fase.

O jogo começou com o domínio de jogo a pertencer ao CRI que logo aos 3 minutos atirou uma bola a barra, que na sequência da jogada deu o golo do fabril através de um rápido contra ataque.

A equipa não desanimou e continuou lutar e aos 8 minutos atirou nova bola a barra; a partir do meio da primeira parte o jogo ficou mais equilibrado com bola numa área e noutra até que aos 18 minutos Guilherme Costa fez o golo do empate.

Na segunda parte o jogo decorreu de forma equilibrada com a equipa do Fabril a arriscar tudo na parte final do jogo com dois avançados fixos que criou alguns problemas a nossa defesa mas em contra partida abriu espaço no meio campo deles o que foi algumas vezes aproveitado pelo CRI para criar perigo através de rápidas saídas para o ataque.

O resultado é justo pelo desempenho das duas equipas que fizeram tudo o que puderam e proporcionaram um bom espectáculo.

A equipa do CRI alinhou com os seguintes jogadores:
Jorge Serra; Miguel Manhita; Tiago Santos; João Jesus; Nuno Cristo; Catarina Sebastião; Miguel Vieira; Diogo Pina; Iuri Baltazar; Guilherme Costa; Ruben Gonçalves; Pedro Horta.


Texto: Augusto Manhita

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

SÉNIORES - Vinhense sofre primeira derrota da época.

Azóia 2-1 S.C.Vinhense (Taça Inatel)

Num campo tradicionalmente difícil, devido ao clima, onde normalmente o vento e frio se fez sentir, o Vinhense sofreu a primeira derrota da época. Contra uma boa equipa, que jogou um futebol directo adaptando-se melhor às dimensões reduzidas do campo, o Vinhense que marcou primeiro logo aos 14 minutos de jogo por Marco, viria a sofrer a golo do empate 10 minutos depois, de “penalti”, com contornos duvidosos. No segundo tempo o jogo foi equilibrado com o Vinhense sempre mais próximo da baliza do adversário mas sem criar situações de golo eminente. A meio desta segunda parte e na sequência de uma falta, também duvidosa no meio campo do Vinhense, o Azóia marcou, depois de um cruzamento para dentro da área onde apareceu um jogador da casa a cabecear picando a bola sobre o guarda redes Washigton que se encontrava ligeiramente adiantado. Até final o Vinhense tudo fez para chegar pelo menos ao empate, tendo Hugo Almeida num livre directo obrigado o guarda redes local a excelente defesa. Mas a jogar mais com o coração do que com a cabeça e com o Azóia a colocar o “autocarro” em frente à baliza, o resultado não sofreu alteração.
Arbitragem muito fraca para o nível que o jogo exigia.

Jogaram pelo Vinhense:
Washigton, Pele (Ricardo Ferro aos 75 m), Pedro “Gato”, Nari, Zé Rodrigues, Manucho, (Nilton aos 70 m), Samuel, Bruno Lopes, (Celé aos 50 m), Álvaro (Ricardo aos 60 m), Hugo Almeida e Marco.
Treinador: José Banastrinha

Texto: JB

Os Indefectíveis 4-3 CCD Paivas (Futsal)

" A equipa dos Indefectiveis recebeu e venceu o CCD Paivas por 4-3.


Na exibição mais pobre da época a equipa de Alhos Vedros mesmo assim conseguiu sair do jogo com o objectivo cumprido que era a conquista dos 3 pontos. No 1º tempo a equipa de Alhos Vedros entrou bem no jogo com movimentações rápidas e a pressionar campo inteiro, com um 5 inicial bem diferente do que nos tem habituado, o treinador Ricardo Fernandes, tentou surpreender o adversário, conseguindo numa fase inicial, com o passar do tempo a equipa de Alhos Vedros materializou em golos o seu maior ascendente, estando a meio da 1ª parte a vencer por 2-0 ( golos de Thiago Moreira e Fabio Pratas), com as alterações produzidas no correr do 1º tempo a equipa foi perdendo fulgor. Ao intervalo o resultado de 2-0 dava justiça ao que se passou na quadra.
No 2º tempo a equipa entrou com um grau anímico ainda mais baixo, ou por que pensava que o jogo estava ganho ou por que não acreditou que o adversário pudesse discutir o resultado até ao fim. Quem assistiu ao jogo não reconheceu a equipa dos Indefectiveis completamente amorfa e sem chama, mesmo assim a equipa de Alhos Vedros fez o 3-0 por Sergio Orvalho, O adversário reagiu e conseguiu reduzir o resultado para a diferença minima 3-2, os Indefectiveis voltaram a marcar por Sergio Orvalho (4-2) e já perto do final o CCD Paivas reduziu para 4-3.
Em resumo, vitória justa mas com a pior exibição da época. Os indefectiveis matém intactas as suas aspirações para a qualificação do play off final, onde os quatro primeiros classificados disputaram o acesso à 3ª divisão nacional.
Na próxima jornada a equipa de Alhos Vedros desloca-se ao reduto do 1º classificado o UDR Quinta Conde, numa antevisão de uma grande partida de Futsal. O jogo realizar-se-à na 6ª feira dia 18/12 pelas 21H30 no pavilhão municipal da Quinta do Conde"

CRI: Campeonato Complementar Infantis


Campeonato Complementar de Infantis-Série B


A equipa de Infantis do CRI irá defrontar as seguintes equipas nesta fase complementar:
- Sporting Vinhense

- Luso Futebol Clube
- Ass. D. Quinta do Conde
- Grupo Desp. Alfarim
- Galitos Fut. Clube
- A.C.R. Zambujalense
- Lavradiense
- UFC Moitense
- Fut. C. Silveirense
Na primeira jornada, dia 19 de Dezembro pelas 10h30m CRI receberá Vinhense, qual derrotou por 8-2 no Campeonato. A fase complementar conta com duas voltas, iniciando-se no dia 19 de Dezembro, com a última jornada datada a 29 de Maio de 2010.
A equipa espera ter resultados muito melhores em relação ao campeonato, não cometendo os mesmos erros, com mais trabalho, treinos e dedicação os Infantis querem triunfar nesta fase, sendo-lhes exigido pelo Mister e por eles mesmo uma boa prestação em todos os jogos, mostrando o seu trabalho e esforço. Houve alguma evolução na equipa, mas esta só será comprovada durante os jogos seguintes, sendo a melhor prova a Vitória, algo que irá animar o plantel e deixará mais vontade de trabalhar com o intuito de triunfar, aprender e melhorar cada vez mais.


Texto: Eugeniu Dodonu

Brejos de Azeitão 4-1 C.R.I. (Juvenis)

Manhã de Domingo com muito frio com a equipa do C.R.I. a deslocar-se aos Brejos de Azeitão para um jogo que se adivinhava muito difícil.
 A equipa do C.R.I. Alinhou com:
Tiago Ramos (gr.);
Davi Rodrigues; Luís Barbosa (Cap.); Paulo Gomes e Hugo Borges;
Fábio Jorge; Tiago Poupinha; José Pedro e Luís Trevas;
 Fábio Cartaxo e Ricardo Garcia.
Como Suplentes:
Diogo Faísca; Rafael Sardo; Juelmer Gomes e Tiago Santos

A equipa do C.R.I. iniciou o jogo com maior ascendente sobre a equipa da casa e durante os primeiros 20 minutos teve 3 livres à entrada da área e alguns cantos, quando se esperava que o C.R.I. chegasse ao golo o Brejos num rápido contra – ataque vai marcar o primeiro golo da partida (22 minutos).
O jogo mantém a mesma toada e aos 33 minutos, noutro contra-ataque a equipa da casa vai aumentar a vantagem para 2-0.
A equipa do C.R.I. acusa bastante o 2º golo e sem conseguir ganhar bolas a meio campo. Nesta fase do jogo a equipa dos Brejos efectua um futebol directo com avançados muito rápidos que colocavam a defesa do C.R.I. em permanente sobressalto, num, desses lances Luís Barbosa trava em falta o avançado (cartão amarelo), livre directo junto à grande área do C.R.I. e na conversão o Brejos vai chegar ao 3-0 (36 minutos).
Antes do final da 1ª parte Fábio Cartaxo têm uma excelente oportunidade para reduzir a diferença.
Ao intervalo Brejos de Azeitão 3- C.R.I. 0.
Para o 2º tempo entrou Juelmer Gomes para o lugar de Tiago Poupinha.
A equipa do C.R.I. entrou com vontade de dar a volta ao jogo e logo nos minutos iniciais criou uma excelente oportunidade, mas as coisas continuaram a não correr bem e alguns jogadores começaram a entrar nalgumas picardias desnecessárias Juelmer vai levar cartão amarelo (18 minutos do 2º tempo).
Aos (20 minutos do 2º tempo) saiu Juelmer (para evitar a expulsão) e entra Tiago Santos.
Aos (22 minutos do 2º tempo) Numa excelente jogada de ataque Tiago Santos isola-se e marca o golo do C.R.I..
A equipa de Alhos Vedros acreditou mas,… mais um rápido contra ataque da equipa da casa vai chegar ao 4º golo (25 minutos do 2º tempo) e deitar por terra qualquer esperança que ainda pudesse existir na equipa do C.R.I..
Aos 30 minutos do 2º tempo, Luís Barbosa vai ver o 2º cartão amarelo e consequente expulsão., continuando alguns jogadores do C.R.I. algo nervosos Davi Rodrigues vai ver o cartão amarelo (38 minutos do 2º tempo).
Resultado justo que até poderia ser mais dilatado pelas várias oportunidades que a equipa da casa criou e não concretizou no 2º tempo.
Para a equipa do C.R.I. foi um jogo em que nada correu bem, a equipa não se encontrou e não se adaptou à forma de jogar da equipa da casa e não demonstrou o espírito de grupo que a têm caracterizado.
Os jogadores devem começar a pensar que este campeonato é muito longo e que algumas atitudes além de prejudicarem a equipa no presente vão acabar por ter consequências nos jogos seguintes, para evitar algumas destas situações a equipa técnica foi obrigada a queimar uma substituição e no final outro jogador foi retirado do campo.
Vamos pensar no próximo jogo em casa contra o Corroios B e reverter este resultado menos positivo.



Texto: JF

domingo, 13 de dezembro de 2009

A.D.Quinta do Conde 3-2 C.R.I. (Juniores)

O CRI sofreu, uma derrota inglória na Quinta do Conde, por 3-2. Que o futebol não é justo, já não é novidade, mas custa…e muito perder da maneira como o CRI perdeu hoje.

O jogo começou equilibrado, mas rapidamente a equipa da casa começou a aproximar-se da baliza de Miguel Nobre e a criar muitas dificuldades para a equipa de Alhos Vedros.

Contudo num momento de grande inspiração, Fábio Miranda, haveria de dar vantagem ao CRI fazendo um grande golo. Com o golo a equipa de Nuno Aiveca cresceu e começou assentar jogo e a trocar melhor a bola. Mas perto do intervalo, o árbitro da partida, em dois lances distintos e em apenas 4 minutos, conseguiu desequilibrar por completo o jogo a favor dos homens da casa. Primeiro num penalty muito duvidoso, aos 40 minutos, que deu o empate ao Quinta do Conde, depois na expulsão de Rafael Matos aos 44’, que deixou o CRI em dificuldades.

No segundo tempo assistiu-se a um enorme jogo colectivo da equipa do CRI, que nunca fez sentir que tinha menos um elemento em campo. Apesar disso sofreu um revés aos 63’, com a reviravolta no marcador. A equipa do CRI em desvantagem e com menos um elemento em campo, foi buscar forças na união, mostrou grande atitude e postura e chegou mesmo ao empate (72’), por intermédio de Amândio após grande trabalho de Hélder Ramos.

Os erros de arbitragem multiplicavam-se e tentavam empurrar o CRI para trás, mas não conseguiam ultrapassar uma força interior muito forte… até ao minuto 94, onde com toda a infelicidade, o CRI sofreu o terceiro golo, que deixou devastados os jogadores de Alhos Vedros.


Equipa do C.R.I.: Miguel Nobre, P.Richard Ramalhoso, Bruno Pedro, David Amaral e João Acates, Rafael Matos, Luís Pereira, Herlan Ferraz e Tiago Costa, Amândio Ramião e Fábio Miranda.
Jogaram ainda: Emanuel Torres, João Teixeira, Hélder Ramos e Gonçalo Assunção.
Não jogou: Flávio (GR).

Texto: David Fernandes 

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

C.R.I.: Rescaldo do Campeonato Infantis

No início da época não se esperava grandes expectativas da equipa infantil, visto que metade da equipa são jogadores de primeiro ano, contando ainda com jogadores com algumas limitações, e com jogadores que nunca praticaram esta modalidade desportiva, mas com várias sessões de treino e ao longo do tempo a equipa começou a mostrar resultados positivos, mais a nível técnico, visto que temos que fazer um passo de cada vez. O início do campeonato não foi muito famoso, visto que alguns dos jogadores principais ainda não estavam inscritos. Mas ao longo dos jogos notavam-se melhorias, e o resultado dos infantis numa classificação de 10 equipas, foi conseguir alcançar o 6º lugar, fazendo 10 pontos, queria referir o jogo frente ao Galitos (3-6), onde CRI conseguiu uma goleada, algo que não acontecia desde 2003, em 11 jogos frente ao Galitos (escalão infantis) o CRI conseguiu 1 empate, 9 derrotas e a única vitória nesta epóca; também o jogo frente ao Fabril, deixou mais a desejar, onde o CRI conseguiu estar 40 min. de jogo sem sofrer um golo, mas acabando por encaixar 4 por erros próprios, mas, com mais treinos e trabalho a equipa conseguirá ultrapassar e melhorar aquilo que querem fazer (ganhar). E esperamos que erros feitos não sejam repetidos, e isso poderá ser demonstrado na prova complementar.

Entretanto, o Campeonato Complementar será mais uma prova para a equipa infantil conseguir mostrar resultados positivos de aprendizagem e vontade.

Foi e continua a ser um prazer e um desafio para mim treinar a equipa de Infantis do CRI, visto que tentarei fazer de uma equipa "pobre" algo mais rico, e também preparando assim os jogadores de 1º ano para o próximo ano (que poderá ser promissor).

Plantel:
Diogo Brito (GR) - André Madeira (GR) - Gonçalo Cunha (DC) - Diogo Rebelo (DC) - Fabio Batista (DC) - Pedro Liberato (ME) - André Lino (M) - João Perico (ME) - Pedro Silva (ME) - Andre Batista (MD) - Gonçalo Amaral (AV) - Diogo Tomás (AV) - João Parreira (AV) - Sara Lança (AV) - Ruben Silva (AV)


Texto: Eugeniu Dodonu

SÉNIORES - Vinhense sobe ao 1º lugar (Taça Inatel)

S.C.Vinhense 2 - 0 Terras da Costa

Ao vencer em casa (Vinha das Pedras) o Terras da Costa por 2-0 o S.C.Vinhense subiu ao primeiro lugar na Zona Norte da Taça Inatel Setúbal (1ª fase), a três jornadas do fim, com um ponto de vantagem sobre o 2º classificado. Num jogo marcado pelo mau tempo, onde o vento se fez sentir com intensidade, o Vinhense começou logo aos 15 minutos de jogo por falhar uma grande oportunidade de golo, através de Hugo Almeida, que apareceu isolado pela esquerda, e já dentro da área rematou de forma a permitir uma boa defesa do guarda redes da Costa da Caparica. Sempre mais perigoso embora sem jogar bem o Vinhense acabou por fazer o golo aos 30 minutos por intermédio de Bruno “Francês”, depois de uma jogada bem construída pela lado esquerdo, com cruzamento ao 2º poste, onde o ala direita da equipa da casa apareceu a fazer um golo de belo efeito. Os visitantes reagiram bem e por várias vezes criaram algumas dificuldades ao Vinhense, sobretudo pelo lado esquerdo do seu ataque, no entanto não tiveram oportunidades flagrantes de golo.

No segundo tempo, a jogar a favor do vento, e contra uma equipa muito adiantada no terreno, os locais construíram vários lances de perigo, nomeadamente por Bruno Lopes, que se isolou mas permitiu uma defesa atabalhoada do guarda redes forasteiro, e também Morbey depois de um excelente trabalho individual pela direita, cruzou para Álvaro, que atirou em força mas por cima da barra. Só aos 67 minutos o Vinhense marcou o golo da tranquilidade, desta vez por Marco, que se isolou a passe em profundidade de Ricardo Ferro, e no cara a cara com o guarda redes escolheu o canto da baliza mais afastado fazendo tranquilamente o segundo golo da tarde

Jogaram pelo Vinhense:
Washigton; Zé Rodrigues,(Ricardo Ferro aos 65 m) Pedro”Gato”, cap, Nari e Pélé; Samuel, Bruno “Francês”,(Álvaro aos 50 m), Eliseu( Marco aos 60 m), Hugo Almeida, Bruno Lopes (David aos 55 m), Ricardo (Nuno Furtado aos 63 m).

Não jogaram: Emanuel Lima e Anildo
Treinador: José Banastrinha



No próximo domingo o Vinhense agora na liderança do campeonato desloca-se à Azóia.

Texto: JB

Vinhense 3 – 7 CRI (Escolas-A)

Manhã cinzenta para mais um derby regional disputado na Vinhas das Pedras, o CRI começou melhor e podia ter marcado logo aos 2 minutos, o jogo continuou com o domínio do CRI que aos 5 minutos podia ter marcado e aos 6  envia uma bola ao poste.
Mas aplicando a velha máxima do futebol “Quem não marca sofre”, o Vinhense aos 8 minutos fez o primeiro golo e aos 9 segundo, a equipa do CRI acusou os golos e passou por uma fase complicada.

Depois de um desconto tempo e de alterações na equipa o CRI voltou a tomar conta do jogo e chega ao golo aos 19 minutos por intermédio de João Jesus, aos 23 minutos Ruben Gonçalves com alguma sorte faz o 2º golo, nesta altura a equipa do Vinhense não conseguia jogar, e o CRI aos 24 minutos fez o 3º por Diogo Pina e assim se chegou ao intervalo.

Na segunda parte tudo foi diferente com o domínio total da equipa do CRI, que no 1º minuto atirou ao poste e aos 3 minutos fez o 4º por intermédio de Catarina Sebastião.
Com mais uma série de oportunidades falhadas o CRI chega ao 5º golo ao 15 minutos novamente por João Jesus num bom golpe de cabeça, e aos 17 minutos Andre Catela fazia o 6º golo.
O Vinhense reagiu o fez o 3º golo aos 19 minutos; até final assistiu-se a um jogo repartido e aos 25 minutos Andre Catela fazia o 7º golo, terminando assim uma boa reacção da equipa que esteve a perder por 2 golos de diferença e consegui recuperar.

No próximo sábado termina a nossa participação nesta fase com a recepção ao Fabril.

O CRI alinhou com os seguintes jogadores :
Jorge Serra; Miguel Manhita; Jorge Jesus; Nuno Cristo; Catarina Sebastião; Miguel Vieira; Diogo Pina; Iuri Baltazar; André Catela; Pedro Horta.



Texto: Augusto Manhita

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

GDR Portugal 8-0 SC Vinhense (Infantis)


O jogo decorreu no passado sabado dia 05-12-09, em casa do Desportivo de Portugal no Vale da amoreira.

O Vinhense jogou com:
João, André Dinis, Nuno Soto, Nuno,Lendro, André e Daniel.
Fizemos uma boa primeira parte de igual para igual, quebrámos na 2ª parte onde sofremos a maior parte dos golos. Apesar da derrota um pouco pesada, em conjunto com a equipa técnica observámos que a equipa está a subir de rendimento e fez uma boa partida de futebol.


Melhor Jogador em campo do Vinhense foi o João Dias.
 
MC
Miguel Luis

Vinhense 2-0 Terras da Costa (Seniores)

Ao vencer em casa ao Terras da Costa por 2 a 0 o Vinhense subiu ao primeiro lugar na Zona Norte da Taça Inatel Setúbal, 1ª fase, a três jornadas do fim, com um ponto de vantagem sobre o 2º classificado.
Num jogo marcado pelo mau tempo, onde o vento se fez sentir com intensidade, o Vinhense começou logo aos 15 minutos de jogo por falhar uma grande oportunidade de golo, através de Hugo Almeida, que apareceu isolado pela esquerda, e já dentro da área rematou de forma a permitir uma boa defesa do guarda redes da Costa da Caparica. Sempre mais perigoso embora sem jogar bem o Vinhense acabou por fazer o golo aos 30 minutos por intermédio de Bruno “Francês”, depois de uma jogada bem construída pela lado esquerdo, com cruzamento ao 2º poste, onde o ala direita da equipa da casa apareceu a fazer um golo de belo efeito. Os visitantes reagiram bem e por várias vezes criaram algumas dificuldades ao Vinhense, sobretudo pelo lado esquerdo do seu ataque, no entanto não tiveram oportunidades flagrantes de golo. 
No segundo tempo, a jogar a favor do vento, e contra uma equipa muito adiantada no terreno, os locais construíram vários lances de perigo, nomeadamente por Bruno Lopes, que se isolou mas permitiu uma defesa atabalhoada do guarda redes forasteiro, e também Morbey depois de um excelente trabalho individual pela direita, cruzou para Álvaro, que atirou em força mas por cima da barra. Só aos 67 minutos o Vinhense marcou o golo da tranquilidade, desta vez por Marco, que se isolou a passe em profundidade de Ricardo Ferro, e no cara a cara com o guarda redes escolheu o canto da baliza mais afastado fazendo tranquilamente o segundo golo da tarde.
Jogaram pelo Vinhense: Washigton; Zé Rodrigues,(Ricardo Ferro aos 65 m) Pedro”Gato”, cap,Nari e Pélé; Samuel, Bruno “Francês”,(Álvaro aos 50 m), Eliseu( Marco aos 60 m),Hugo Almeida, Bruno Lopes (David aos 55 m),Ricardo (Nuno Furtado aos 63 m).
Não jogaram: Emanuel Lima e Anildo.
No próximo domingo o Vinhense agora na liderança do campeonato desloca-se à Azóia.


Texto: José Banastrinha

Resultados: SC Vinhense

Fim de semana 5 e 6 de Dezembro

Séniores: SC Vinhense 2 - 0 Terras da Costa
Iniciados: Sc Vinhense 1 - 2 Areias
Infantis: D. Portugal 8 - 0 SC Vinhense
Escolas: SC Vinhense 3 - 7 CRI
Escolas B: GD Fabril 8 - 0 SC Vinhense

Trafaria 1-2 C.R.I. (Juvenis)

Manhã de Domingo cinzenta com ameaça de chuva com a equipa do C.R.I. a deslocar-se á Trafaria para um jogo que se adivinhava muito difícil a juntar a algumas dificuldades com alguns jogadores que por motivos de doença ou por lesão não se encontravam nas melhores condições físicas casos de (Luís Trevas; Rafael Sardo e Ricardo Garcia) e a ausência de Carlos Lança.

A equipa do C.R.I. Alinhou com:
Tiago Ramos (gr.); Davi Rodrigues; Luís Barbosa ; José Pedro (Cap.) e Hugo Borges;
Fábio Jorge; Tiago Poupinha; Bruno Lança e Diogo Faísca; Fábio Cartaxo e Juelmer Gomes.
Como Suplentes: Ruben Zacarias; Paulo Gomes; André Sousa; Rafael Sardo; Luís Trevas; Tiago Santos e Ricardo Garcia.

A equipa do Trafaria iniciou o jogo com maior iniciativa, tendo jogado mais no meio campo da equipa de Alhos Vedros nos primeiro minutos de jogo. Aos poucos a equipa do C.R.I. foi equilibrando o jogo e criando situações de perigo junto da defensiva do Trafaria onde se poderia ter adiantado no marcador (Fábio Cartaxo aos 15 minutos e Fábio Jorge aos 20 minutos). Nesta fase do jogo a equipa do C.R.I. era superior e não surpreende que aos 30 minutos vai-se adiantar no marcador através de uma jogada de ataque rápido através de Fábio Cartaxo que sobre o lado esquerdo do ataque com um belo passe para Fábio Jorge que já dentro da grande área remata o guarda-redes defende e aparece Diogo Faísca a efectuar a recarga e a marcar o primeiro golo da partida. A equipa da Trafaria sente o golo, mas nos últimos minutos da 1ª parte volta a ter maior ascendente sobre a equipa do C.R.I..
Ao intervalo Trafaria 0 – C.R.I. 1.
Para o segundo tempo entrou Paulo Gomes para o lugar de Diogo Faísca
O C.R.I. iniciou esta 2ª parte criando logo de inicio uma oportunidade de golo através de Fábio Cartaxo, aos poucos o Trafaria foi pressionando e vai chegar ao empate aos 10 minutos da 2ª parte.
Aos 16 minutos saiu Tiago Poupinha e entrou Tiago Santos.
Aos 20 minutos saíram Fábio Jorge e entrou André Sousa.
Por esta altura a equipa da Trafaria intensificava a pressão sobre a defensiva da equipa de Alhos Vedros que tentava sair em rápidos contra-ataques.
Aos 32 minutos após a marcação de um canto contra a equipa da casa e depois de vários ressaltos a bola vai chegar a Tiago Santos que com um excelente remate marca o 2º golo para a a equipa do C.R.I..
Aos 35 minutos entrou Ricardo Garcia para o lugar de André Sousa.
Os últimos minutos mostraram uma Trafaria a tentar chegar ao empate e os jogadores da equipa de Alhos Vedros com uma garra e um espírito de entreajuda exemplar a conseguir segurar a vitória.
Resultado final: Trafaria 1-C.R.I. 2

Excelente resultado que com as oportunidades criadas no 1º tempo pelo C.R.I. poderia ser mais dilatado, evitando o sofrimento no final da partida.
Mais uma boa exibição fora de casa com os jogadores do C.R.I. a mostrarem mais uma vez um grande espírito de equipa, de entreajuda entre todos com um grupo muito coeso, a equipa não temeu o pressing final do Trafaria e demonstrou uma grande garra e uma boa ligação entre todos os sectores.
Excelente vitória fora da equipa do C.R.I., contra uma equipa difícil.

Texto: JF

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Vinhense 1-2 Areias (Iniciados)

Jogo a contar para a 11ª jornada do campeonato distrital de Iniciados da 2ª Divisão - Série "B".
O S.C.Vinhense a jogar em casa, recebeu o F.C.Areias num dia muito nublado, sem chuva mas com bastante vento, atrapalhando um pouco a prática da modalidade desportiva.
Primeira parte mal disputada, com um jogo muito enrolado e com poucas oportunidades de golo para os dois lados. Contudo, o Vinhense sem criar grande perigo, dominou totalmente o jogo, instalando-se no meio campo adversário. 0-0 ao intervalo.
No inicio da segunda parte entra Tiago Sousa para o lugar de Dudu.
Entrada de rompante do Vinhense e aos 3 minutos da 2ª parte, um golo de canto, marcado por Rafael, num pontapé de belo efeito. O jogo continuava na mesma toada e numa das poucas vezes que o Areias se aproxima da baliza do Vinhense, acaba por marcar um golo, numa falha da defensiva da casa. Com este golo, o Vinhense enervou-se, ficou bastante nervoso, e com mais uma outra desantenção, por pouco não sofreu outro golo. Aos 20 minutos da 2ª parte, eis que aparece o golo da reviravolta dos forasteiros, através da marcação de uma grande penalidade, em que o Guarda Redes Sandro comete uma grande infantilidade, agredindo um adversário da equipa contrária. 2-1 para os homens do Areias.
Até final mais do mesmo, com o Vinhense pressinante e em cima do adversário, mas sem conseguir marcar um golo.
Acaba por ser um resultado injusto para o Vinhense, pelo que a equipa trabalhou todo o jogo.

O S.C.Vinhense alinhou com:
Sandro (GR), Fausto, Randy, Rafael, João Oliveira, Tiago Caetano (cap) , Luís, Keegan, Serginho, Ivan e Dudu.
Jogou ainda: Tiago Sousa
Não utilizados: Pedro Garvão (GR), Cláudio e Marco.
Resultado final: S.C.Vinhense 1-2 F.C.Areias

Texto: Gonçalo Lopes


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

João Parreira (Indefectíveis) chamado à Selecção

O jogador de futsal dos Indefectíveis de Alhos Vedros, João Parreira,  foi chamado aos treinos da Selecção Sub-21 da A.F.Setúbal, a fim de preparar a equipa para o Torneio Nacional Inter-Associações Sub-21 . Fase Zonal a disputar de 8 a 10 de Janeiro de 2010, organizado pela Associação de Futebol de Lisboa e Federação Portuguesa de Futebol.

Lista completa de jogadores convocados para o treino da Selecção sub-21 Futsal Masculino.
Treino/Dia: 7.Dezembro.2009, Pelas 20:00h.  Pavilhão Da Escola Secundária D. João I (Baixa Da Banheira):


Grupo Desportivo Fabril Do Barreiro (2) Rúben Paixão - Ricardo Silva
Os Independentes De Futsal - Associação (1)  Sérgio Silva
Clube Recreativo Piedense (1) Mário Fonseca
Grupo “Os Indefectíveis” (1) - João Parreira
Grupo D. Recreativo Bairro Do Laranjal (1) - Tiago Alves
Clube Recreativo Desportivo De Miratejo (1) Diogo Pereira
Clube Desportivo Recreativo Águias Unidas (1) Filipe Delgado
Centro Cultural Desportivo Das Paivas (2) - Tiago Santos - Bruno Soeiro Pires
Futebol Clube São Francisco (1) - Aníbal Silva
Casa Do Benfica Em Alcochete (1) - Rui Magalhães


Fonte: A.F.Setúbal


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

S.C.Vinhense 1-1 Azul e Oiro (Séniores)

O Vinhense segurou o terceiro lugar na classificação ao empatar em casa no derby local com o Azul e oiro referente ao jogo em atraso da Taça Inatel de Setubal.
Num jogo muito bem disputado que opôs duas excelentes equipas num bom momento de forma, o equilíbrio dominou durante quase toda a partida não tendo sido criadas oportunidades de golo relevantes, parte a parte. Só a partir do 65 minutos de jogo e após a expulsão do defesa esquerdo do Vinhense, Manucho por acumulação de amarelos é que o Azul e oiro começou a aproximar-se com mais perigo da baliza do Vinhense e aos 70 minutos acabou por fazer o golo numa jogada rápida toda ela conduzida pelo seu lado direito. O Vinhense reagiu à desvantagem e o recém entrado Ricardo, alcançou o empate, numa jogado iniciada pelo defesa Nilton, que acabaria por ser expulso no minuto seguinte por vermelho directo. Até final de realçar ainda uma oportunidade de golo para o Vinhense por Nuno Furtado.


Jogaram pelo Vinhense:
Washigton, Nilton, Pedro Gato, , Nari, Manucho, Samuel, Morbey (Bruno Lopes aos 55 m), Eliseu (Ricardo aos 72 m), Hugo Alcântara, Marco (Nuno Furtado aos 75 m).
Suplentes não utilizados: Emanuel, Anildo, Bruno Francês e Ricardo Ferro.

Treinador: José Banastrinha


Próximo domingo:
Vinhense - Terras da Costa, na Vinha das Pedras às 15H00.


Texto: JB

Badminton: SFRUA com excelentes resultados em Azambuja

Foi no dia 1 de Dezembro que se realizou uma autentica festa de Badminton, em Azambuja.
Contou com cerca de 3 dezenas de atletas, a disputar o regional de seniores da categoria C, que se disputou conforme a organização, prespectivou e entende como deverá ser um torneio de Badminton.
Todos os atletas jogaram no mínimo 3 jogos, em sistema de poule, nas variantes de singular homem, singular senhora,
par homem, par misto e infelizmente não se fez o par senhora devido a uma falta de comparência. Reinou a amizade o companheirismo, a brincadeira, e a competição.

Foi uma verdadeira festa de Badminton, onde não houve polémicas, os próprios jogadores eram os primeiros a abdicar de árbitros, saiam do campo e confraternizavam com os "adversários", um ambiente formidável, em que todos os presentes deram os parabéns à organização.

Resultados dos jogos:
singulares homens:
1-Bruno Carvalho-SIMPS
2-Ricardo Mendes-ABC
3-Júlio Bárbara-ABC
singulares senhoras:
1-Isabel Matias-ABC
2-Maria Almeida-SFRUA
3-Ana Nascimento- CPB
pares homens:
1-B Carvalho/S Carvalho SIMPS
2-P Pereira/ J Assunção SIMPS
pares mistos:
1-B Jesus / M Almeida SFRUA
2-P Mendonça/I Matias ABC
pares senhoras:
1-I Matias / A Nascimento ABC/CPB
1º lugar Equipas - SIMPS
2º lugar Equipas - ABC



Fonte: http://azambujabadmintonclube.blogspot.com/



terça-feira, 1 de dezembro de 2009

UFC Moitense 2-1 SC Vinhense (Iniciados)

Em jogo a contar para a 10ª jornada do campeonato distrital de Iniciados da 2ª Divisão - série B , o SC Vinhense deslocou-se à Moita para defrontar o União Moitense, num dia chuvoso em que as duas equipas encontraram um terreno bastante pesado para a prática do futebol.
Não era de esperar que com estas condições se pudesse assistir a um bom jogo de futebol, com a bola muitas vezes a ficar presa no terreno enlameado, contudo as duas equipas denotaram sempre uma grande entrega ao jogo.
Começou melhor o Vinhense, que através do seu capitão, Tiago Caetano  abriu o activo num lance algo  confuso  dentro da área do Moitense. A equipa da Moita ainda na 1ª parte restabeleceu a igualdade, num lance bem aproveitado à entrada da área descaído para a direita, que de primeira remata cruzado em arco para o poste mais longe  do guarda-redes Sandro.
A segunda parte começa praticamente com o segundo golo do Moitense, que a partir daí não mais se acercou da baliza adeversária.
Só a excelente exibição do guarda-redes do Moitense evitou que o resultado tivesse outro desfecho, fazendo a defesa do jogo a remate de Tiago Caetano. 

O SC Vinhense alinhou com:
Sandro(gr), Fausto, Randy, Rafael, João Oliveira, Tiago Caetano (cap) , Luís, Keegan, Serginho, Dudu e Tiago Sousa.
Jogaram ainda: Marco, Claudio e Pedro Garvão.  Não utilizados: Paulo Custodio

Texto: Miguel Lopes



segunda-feira, 30 de novembro de 2009

VINHENSE - Séniores - Empate justo em jogo equilibrado (Taça Inatel)

Águias Negras 0 - 0 S.C.Vinhense
O Vinhense somou mais um ponto fora, desta vez no campo do Águias Negras, na 5ª Jornada da Taça Inatel Setúbal. A equipa do Vinhense que num campo muito pesado devido ás últimas chuvadas não entrou bem no jogo tendo alguma dificuldade em conter a pressão da equipa da casa durante o primeiro quarto de hora do jogo. A partir daí as coisas foram-se equilibrando e acabou por ser do Vinhense a grande oportunidade da primeira parte, quando Céle aos 35 minutos, pelo lado esquerdo, isolou Ricardo que no duelo com o guarda-redes atirou à figura. No segundo tempo o Vinhense conseguiu estabilizar o seu jogo e o seu meio campo tomou conta das operações, com Bruno Francês, Bruno Lopes e Hugo Almeida a arrancarem excelentes exibições. No último quarto de hora ambas as equipas tudo fizeram para chegar ao golo, e o Vinhense numa jogada pelo lado esquerdo com cruzamento para a área permitiu a Bruno Francês rematar à trave aos 65 minutos. O jogo terminou com 0-0, um resultado que se aceita, numa partida dividida onde a equipa da casa foi melhor na primeira parte e o Vinhense na segunda.

O Vinhense alinhou com:
Washigton, Nilton, Pedro Gato (cap), Nari, Manucho, Ricardo Ferro (Bruno Lopes aos 50 m), Eliseu ( aos 65 m), Bruno Francês (Morbey aos 80 m), Hugo Alcântara, Ricardo (Marco aos 60m) e Célé (Álvaro aos 70 m).
Suplentes não utilizados: Emanuel e Pélé.


Amanhã, Terça Feira dia 1 de Dezembro, pelas 15H00 o Vinhense defronta a Azul e Oiro, no seu campo.

Texto: JB

Indefectiveis vencem por 0-4


Vitória sem qualquer contestação

A equipa dos Indefectíveis deslocou-se ao reduto do Águias Unidas para um jogo de grau de dificuldade elevado. A equipa de Alhos Vedros que ainda não tinha vencido fora de portas, esta temporada, entrou no jogo determinada a conquistar os 3 pontos, fundamentais para as suas aspirações classificativas.
A 1ª primeira metade do jogo disputou-se numa toada morna e extraordinariamente táctica, a equipa da casa apostou numa postura extremamente defensiva, como forma de segurar o jogo mais trabalhado dos de Alhos Vedros, tentando jogar no erro dos indefectíveis para lançar rápidos contra ataques. Os Indefectíveis não permitiram isso, tendo mais posse de bola e desenvolvendo algumas jogadas trabalhadas, para quebrar a muralha defensiva dos da casa, conseguiram criar algumas situações de golo iminente, mas só tendo concretizado por uma vez, num remate de Fábio à saída do Guarda Redes.
O resultado de 0-1 ao intervalo pecava por escasso para os de Alhos Vedros.

No 2º tempo a equipa dos Indefectíveis entrou mais forte, mais concentrada e poucas hipóteses deu ao seu adversário de se acercar da sua baliza, os golos foram aparecendo por André Batista 2 vezes e por Sérgio Orvalho uma vez, no culminar de variadíssimas situações de golo iminente criadas pelos os pupilos de Ricardo Fernandes. No final resultado de 0-4 para os Indefectíveis inteiramente justo.

Com esta vitória os de Alhos Vedros assumem provisoriamente o 2º lugar da classificação geral.
Na próxima jornada os Indefectíveis recebem no pavilhão Jose Afonso em Alhos Vedros a Casa do Benfica de Alcochete, numa antevisão de uma partida difícil, o jogo disputar-se-à no próximo dia 05-12-2009 pelas 17H00.

Amora 1-2 C.R.I. (Juvenis)

Manhã de Domingo de Inverno com o campo pelado da Medideira 2 na Amora, mesmo com o temporal que se fez sentir durante a noite a apresentar condições para se efectuar o jogo.
A equipa do CRI alinhou com:
Tiago Ramos (gr.); Carlos Lança; Luís Barbosa (cap.) ; José Pedro e Hugo Borges; Fábio Jorge; Tiago Poupinha; Bruno Lança e Rafael Sardo;  Fábio Cartaxo e Ricardo Garcia.
Como Suplentes: Ruben Zacarias; Davie Rodrigues; Paulo Gomes e Luís Trevas.


A equipa do Amora iniciou o jogo com maior iniciativa tendo jogado mais no meio campo da equipa de Alhos Vedros nos primeiro minutos de jogo. Aos poucos a equipa do CRI foi equilibrando o jogo e criando situações de perigo junto da defensiva do Amora.
Aos 25 minutos cartão amarelo para Tiago Poupinha.
Aos 32 minutos o CRI vai chegar à vantagem no marcador através de um ataque rápido pelo lado direito com Ricardo Garcia a entrar na área e a rematar batendo o guarda-redes do Amora.
A equipa de Alhos Vedros galvanizou-se e até ao intervalo dominou completamente o jogo tendo criado mais uma oportunidade para dilatar o marcador.
Aos 38 minutos cartão amarelo para José Pedro.

Ao intervalo Amora B 0 – CRI 1

Para o segundo tempo entraram Davie Rodrigues e Paulo Gomes para os lugares de Carlos Lança e Bruno Lança.
Como se esperava no inicio do 2º tempo a equipa da casa veio com vontade de dar a volta ao jogo, aproveitando a equipa de Alhos Vedros com rápidos contra ataques para criar perigo à defesa do Amora e desta forma aos 6 minutos do 2º tempo Rafael Sardo no meio de 3 adversários tenta o chapéu ao guarda-redes da casa que em esforço ainda consegue desviar a bola para a trave que vai sobrar para Fábio Jorge que marca o 2º golo para o CRI.

A equipa do Clube Recreio e Instrução vai criando diversas oportunidades para dilatar o marcador quer através de Ricardo Garcia; Fábio Cartaxo e Fábio Jorge e desta forma resolver o jogo.

Como quem não marca sujeita-se a sofrer e com a equipa do Amora a arriscar tudo, aos 24 minutos do 2º tempo o Amora vai reduzir a diferença para 1-2.


 O jogo torna-se emocionante com a equipa do Amora a tentar o empate e a equipa de Alhos Vedros com uma defesa sólida a não permitir que a equipa da casa até final do jogo criasse qualquer oportunidade de golo e em rápidos contra – ataques a criar perigo para a baliza do Amora.
Excelente resultado que com as oportunidades criadas no 2º tempo pelo CRI poderia ser mais dilatado, evitando o sofrimento no final da partida.

Mais uma boa exibição fora de casa com os jogadores do CRI a mostrarem mais uma vez um grande espírito de equipa, de entreajuda entre todos com um grupo muito coeso, a equipa não temeu o pressing final do Amora e demonstrou uma grande maturidade não se limitando a defender tentando sempre que possível com ataques rápidos criar perigo junto da defensiva contrária.
Vitória justa da equipa do CRI.


Texto: JF

C.R.I. 2-3 GDR Portugal (Escolas A)

Jogo que se antevia com um grau de dificuldade elevado e os jogadores do CRI sentiram isso e entraram algo receosos, e mais ficaram quando aos 3 minutos o arbitro marca penalty por uma pretensa mão de um jogador.
A equipa sentiu o golo e não conseguia jogar o que era aproveitado pelo adversário que ia criando algumas jogadas de perigo e que resultou aos 14 minutos noutro penalty por uma pretensa falta do nosso jogador.

A perder por 2 golos de penalty a equipa tentava reagir e até consegui equilibrar o jogo na parte final da 1º parte, e foi numa jogada de contra ataque que aos 22 minutos sofremos o 3 golo.
Na segunda parte tudo foi diferente, a nossa equipa foi-se desinibindo e começamos a tomar conta do jogo e aos 6 minutos na sequência de pontapés de canto tivemos duas grandes oportunidades de marcar, mas não tardou, e foi aos 9 minutos numa jogado confusa na área adversária que chegamos ao golo por intermédio de Iuri Baltazar, com a ajuda de um jogador adversário.

A equipa animou e continuou a pressionar o adversário e aos 12 minutos fazíamos o segundo golo intermédio de André Catela, a equipa adversária sentiu que a vitoria estava em risco e recompõe-se e conseguiu equilibrar o jogo, mas perto do final existe uma falta do guarda redes adversário sobre o nosso jogador mas o arbitro desta vez não marcou penalty que poderia dar a igualdade que seria o resultado mais justo.

A equipa do CRI alinhou com seguintes jogadores:
Jorge Serra; Miguel Manhita ( c); Luís Cascalheira; Jorge Jesus; Nuno Cristo; Catarina Sebastião; Miguel Vieira; Diogo Pina; Iuri Baltazar; André Catela; Ruben Gonçalves

Texto: Augusto Manhita

sábado, 28 de novembro de 2009

Trafaria 3-0 CRI (Juniores)

Não correu bem a deslocação do CRI ao reduto do Trafaria esta tarde. A equipa de Alhos Vedros saiu derrotada por 3-0, com os golos a surgirem no último terço da partida.

O CRI até entrou bem no jogo fazendo vários remates à baliza contrária, mas a partir dos 15 minutos de jogo deixou-se controlar pela equipa visitada. Até final da primeira parte acabou por sofrer vários calafrios, mas o desnorte do ataque do Trafaria acabou por deixar o resultado em branco para o intervalo.

No segundo tempo o jogo equilibrou-se, as equipas encaixaram-se e jogou-se muito longe das balizas. Contudo com o decorrer dos minutos o Trafaria aproximou-se da baliza de Miguel Nobre e começou a criar perigo. A equipa da casa acabou por ser feliz e inaugurar o marcador aos 75 minutos.

Apenas 3 minutos depois, o Trafaria, dilatou a vantagem e deixou a equipa de Alhos Vedros sem reacção possível para uma reviravolta no marcador. O jogo haveria de terminar ainda com um terceiro golo dos homens da casa já em período de compensação (93’), que não espelhou de maneira nenhuma o que se passou dentro das quatro linhas.

Destaque final para a exibição pouco inspirada do trio de arbitragem.



Texto: David Fernandes

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Academia 8 Janeiro (Alhos Vedros) lídera


A Academia 8 Janeiro de Alhos Vedros, na modalidade de Ténis de Mesa lidera a 3ª Divisão Nacional Masculina - Zona Centro Sul em Seniores.

A classificação actual é a seguinte:
1 - Academia MR 8 Janeiro, 6 jogos , 6 vitórias, 18 pontos
2 - Os Catedráticos -EVS, 6 jogos, 5 vitórias, 16 pontos
3 - SL Benfica "B", 6 jogos, 5 vitórias, 16 pontos
4 - CTM Campo de Ourique, 5 jogos, 3 vitórias, 11 pontos
5 - Assoc.DRC de Ega, 5 jogos, 2 vitórias, 9 pts
6 - CF Vendas Novas, 5 jogos, 2 vitórias, 9 pts
7 - Academia 3 Junho, 5 jogos, 1 vitória, 7 pts
8 - CC Oliveira do Hospital, 5 jogos, 0 vitória, 5 pts
9 - Soc.BR 1º. Janeiro, 5 jogos, 0 vitória, 5 pts   
 

Fonte: F.Port.Ténis de Mesa