segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

A.C.R. Zambujalense 0-8 C.R.I. (Juvenis)



18ª Jornada do Campeonato Distrital de Juvenis 2 ª Divisão Serie A

A equipa do CRI Alinhou com : 
Ruben Zacarias (gr.); André Viegas; André Costa; José Pedro (cap) e Victor Mendes; Sérgio Belfo; David Silva; Luís Trevas e João Caiado; Tiago Santos e Carlos Neves.

Como Suplentes:
Miguel Santana; Jorge Beira; André Féria; Luís Rodrigues; Diogo Nora; Diogo Faísca e Tiago Varandas.

Manhã de Domingo fria mas com Sol, a equipa de Alhos Vedros deslocava-se ao Zambujal (Sesimbra).


A equipa do CRI mais uma vez não entrou bem no jogo e permitiu ao Zambujalense a primeira ocasião de golo logo aos 3 minutos.

Esta situação parece que fez despertar os atletas de Alhos Vedros que aos poucos foram tomando conta do jogo e aos 8 minutos uma boa jogada de Tiago Santos que assiste Carlos Neves (Cazé), para o 1º golo da partida.

Aos 10 minutos mais uma arrancada de Tiago Santos que entra na grande área e sofre falta, grande penalidade prontamente assinalada pelo árbitro. Na conversão da grande penalidade João Caiado permite a defesa do guarda-redes do Zambujalense.

A equipa da casa galvaniza-se e aos 15 minutos num remate á entrada da área obriga Ruben Zacarias a efectuar uma extraordinária defesa, indo ao ângulo superior direito desviar a bola para fora (a defesa da manhã).

A equipa de Alhos Vedros volta a despertar para o jogo e aos 20 minutos Tiago Santos arranca sobre o lado direito consegue isolar-se e marca o 2º golo da partida.

A partir desta altura a equipa de Alhos Vedros vai criando algumas ocasiões de golo, até que aos 23 minutos João Caiado do lado esquerdo cruza e aparece Carlos Neves (Cazé) na pequena área de cabeça a marcar o 3º golo.

Aos 25 minutos Carlos Neves (Cazé) isola-se e marca o 4º golo do jogo e o seu terceiro na partida, acabando na queda por se lesionar no pulso.

Aos 40 minutos após a marcação de um canto José Pedro de cabeça marca o 5º golo.

Por esta altura os jogadores da casa começaram a efectuar entradas violentas sobre os jogadores do CRI e com algumas provocações.

Ao intervalo:
A.C.R. Zambujalense 0 – CRI 5

Ao intervalo saíram Sérgio Belfo e Carlos Neves (Cazé) e entraram para os seus lugares Jorge Beira e Tiago Varandas.


O 2º tempo começou da mesma forma com os jogadores da casa com entradas violentas, numa dessas entradas vão lesionar João Caiado.
Aos 45 minutos sai João Caiado lesionado e entra Diogo Faísca.

A equipa de arbitragem vai permitindo este tipo de atitudes provocatórias com alguns jogadores do CRI a não saber lidar com este tipo de atitudes.

Aos 50 minutos cartão vermelho directo para Tiago Santos.
Aos 51 minutos mesmo com 10 jogadores a equipa de Alhos Vedros vai marcar o 6º golo por Diogo Faísca, após uma excelente jogada individual.
Aos 54 minutos é expulso um jogador do Zambujalense após uma entrada violenta sobre Luís Trevas.
Aos 55 minutos entrou Diogo Nora para o Lugar de André Viegas.
Aos 58 minutos grande jogada de Luís Trevas, a cruzar para a área e Diogo Faísca a marcar o 7º golo.
Aos 59 minutos entrou André Féria para o lugar de David Silva.
Aos 65 minutos após a marcação de um canto José Pedro na área remata e marca o 8º golo da partida.

O jogo continua alguma dureza por parte das duas equipas e aos 68 minutos Diogo Nora vai ver o cartão vermelho.
A partir desta altura mesmo com 9 jogadores a equipa de Alhos Vedros, cria diversas oportunidades para dilatar o marcador.

A equipa do CRI ganhou o jogo com toda a justiça com uma goleada que poderia ainda ter sido mais dilatadas dadas as ocasiões de golo criadas.


A forma de jogar mais agressiva dos jogadores da casa permitida pela equipa de arbitragem, acabou por ser prejudicial á equipa do CRI, acabando de perder por expulsão dois jogadores para as próximas jornadas.

Texto: JF

terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Indefectíveis: Vitória com goleada

“Regresso à Normalidade: Vitória com goleada por 2-9

A equipa sénior dos Indefectíveis deslocou-se ao reduto do ACD Cotovia para a realização da 11ª jornada da 1ª fase, foi um encontro com domínio absoluto da equipa de Alhos Vedros, que depois do resultado

negativo obtido na jornada passada, voltou a rubricar uma exibição agradável.
No 1º tempo a equipa de Alhos Vedros entrou no encontro com a disposição de resolver depressa o jogo, com uma equipa muito pressionante e com uma rotação dos seus atletas nos primeiros minutos desconcertante para o adversário. Foi com naturalidade que a equipa dos Indefectíveis ia dilatando o resultado, ao intervalo 0-4 era o indicador do Placard.
O 2º tempo foi praticamente uma copia do 1º tempo, tendo a equipa dos Indefectíveis marcado logo no recomeço 0-5. Foi ai que assistimos a uma pequena reacção da equipa da casa que praticamente não conseguiu jogar desde o 1º minuto de jogo, esta reacção deve-se ao facto do avolutado resultado ter feito a equipa dos Indefectíveis baixar os níveis de concentração, por isso a ACD Cotovia conseguiu reduzir para
2-5. A partir dai foi ver o marcador avolumar para a equipa de Alhos Vedros até ao 2-9, com bonitas jogadas de futsal.

Em resumo goleada justa a premiar o excelente futsal praticado pela a equipa dos Indefectíveis. Notas de destaque para o regresso de André Batista à competição e logo com um hat-trick, bem como para Nelito e
Nelson que também realizaram hat-trick cada um. Com esta vitória os Indefectíveis aproximaram-se do líder do campeonato, agora a apenas 2 pontos.

Na próxima jornada a equipa dos Indefectíveis recebe o CCD Paivas numa antevisão de um jogo de grau de dificuldade elevado. A partida disputa-se no próximo dia 29/01/2011 pelas 17H00 no pavilhão José

Afonso em Alhos Vedros. ”

segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

GD Fabril 8–0 C.R.I. (Infantis-B)

Última jornada da primeira volta, com deslocação muito difícil para a equipa de Alhos Vedros. O jogo nem começou mal, a equipa do CRI conseguia trocar a bola no meio campo e chegou algumas vezes com perigo a área do adversário, mas sem conseguir finalizar.

O adversário alterou a sua estratégia e conseguiu chegar ao golo aos 9 minutos, e ai a equipa acusou o golo e perdeu alguma concentração o que permitiu que o adversário fizesse o segundo golo pouco tempo depois.

A equipa do CRI voltou a equilibrar o jogo mas haveria de sofrer outro golo antes do intervalo, mais um golo por falta de concentração.

A segunda parte foi totalmente diferente, logo na primeira jogada o adversário marcou o quatro golo e equipa do CRI nunca mais se voltou a encontrar, tendo chegado poucas vezes a área adversaria, e não criou qualquer situação de golo.

Em resumo vitória fácil e certa da Fabril, onde a nossa equipa não conseguiu manter o nível exibido nos primeiros vinte minutos da primeira parte, tendo caído muito na segunda parte.

No próximo fim-de-semana é descanso e depois começamos a 2ª volta a jogar com o Barreirense na Academia.

A equipa do CRI alinhou com os seguintes jogadores:
Pedro Horta; Vasco Cerqueira; Luis Cascalheira; Guilherme Costa; Miguel Manhita; Gonçalo Rodrigues; Ruben Gonçalves ( c); Catarina Sebastião; Diogo Pina; André Catela; Miguel Vieira, Jorge Serra.


Texto: Augusto Manhita

terça-feira, 18 de Janeiro de 2011

C.R.I. 2-0 Paio Pires (Juvenis)

18ª Jornada do Campeonato Distrital de Juvenis 2 ª Divisão Serie A

A equipa do C.R.I. alinhou com : 
Miguel Santana (gr.); André Viegas; Fábio Cartaxo; Jorge Beira e Victor Mendes; Sérgio Belfo; David Silva; José Pedro (cap) e João Caiado; Luís Trevas e Carlos Neves.

Como Suplentes:
Ruben Zacarias; André Féria;André Costa; Luís Rodrigues; Ruben Ferreira; Juelmer Gomes e Tiago Varandas.

Manhã de domingo com nevoeiro e fria, a equipa de Alhos Vedros recebia o Paio Pires uma equipa forte fisicamente, para um jogo que se esperava complicado.


Como se esperava os primeiros minutos mostraram uma equipa do Paio Pires, muito forte fisicamente a tentar controlar o jogo.

A equipa do CRI cedo percebeu que iria ser um jogo algo duro com a equipa da arbitragem a deixar jogar.

Aos 6 minutos uma boa jogada de Carlos Neves que remata para uma boa defesa do guarda – redes do Paio Pires.

Por esta altura do jogo a equipa de Alhos Vedros começa a ter uma maior ascendência no jogo e vai criar uma grande oportunidade por Carlos Neves que isolado em vez de rematar para a baliza opta pelo passe lateral para João Caiado permitindo o corte ao defesa contrário estavam decorridos 19 minutos.

Aos 21 minutos boa jogada de ataque do CRI com Luís Trevas a isolar-se sobre a direita e a marcar o 1º golo do jogo.

A equipa do CRI continuou a manter o domínio do jogo, mas assistia-se a um jogo muito disputado a meio campo com Miguel Santana a não ter praticamente nenhum trabalho.

Resultado ao intervalo:
CRI 1 – Paio Pires 1

O 2º tempo iniciou-se da mesma forma com a equipa de Paio Pires a tentar tomar conta do jogo, mas a equipa de Alhos Vedros com uma boa organização defensiva a não o permitir.


Aos 50 minutos saiu Sérgio Belfo e entrou Tiago Varandas.

A partir desta altura a equipa de Alhos Vedros volta a controlar o jogo e aos 55 minutos grande remate de fora da área de Luís Trevas, com o guarda-redes do Paio Pires a conseguir desviar para a barra.

A equipa do CRI procura o golo e este vai aparecer aos 58 minutos, Fábio Cartaxo marca um livre na zona do meio campo sobre a direita com um cruzamento para a área do Paio Pires, a bola chega a José Pedro que á entrada da área com um remate bem colocado junto ao poste marca o 2º golo da partida.

Aos 65 minutos saiu Carlos Neves e entrou André Costa.
Aos 70 minutos saiu João Caiado e entrou Luís Rodrigues.
Bom jogo da equipa do CRI contra uma boa equipa que mesmo não tendo criado qualquer perigo para a baliza de Miguel Santana, não deixou a equipa de Alhos Vedros jogar muito perto da sua área uma equipa muito forte fisicamente.

 

Texto: JF

segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

C.R.I. 6–1 Arrentela (Infantis - B)

Penúltimo jogo da 1ª volta da Campeonato Distrital de Infantis “B”, onde a equipa do CRI recebeu o Arrentela, e pela classificação das equipas poder-se-ia esperar um jogo tranquilo para o CRI, mas o início de jogo deixou ver que não iria ser assim tão tranquilo.

A equipa do CRI entrou lenta no jogo e não conseguia pressionar a equipa adversaria que ia equilibrando o jogo a meio campo, e por via disso as oportunidades de golo escasseavam, até que aos 13 minutos numa rápida desmarcação de Diogo Pina que ficou na cara do guarda-redes, fazem o primeiro golo do encontro.

Nem com a obtenção do golo a equipa do CRI subiu de rendimento, e permitiu que o adversário tive algumas chances de marcar golo, mas nos últimos cinco minutos da primeira parte a equipa do CRI vai fazer mais dois golos, um por intermédio de Guilherme Costa aos 26 minutos, com um grande remate de fora da área, e aos 29 minutos Ruben Gonçalves conclui um rápido contra ataque.

Na segunda parte a equipa do CRI entrou melhor no jogo e aos 5 minutos num remate cruzado Diogo Pina fez o quarto golo.

Nesta altura o CRI dominava por completo o jogo e criava varias oportunidades de golo, mas por falta de sorte e alguma inépcia dos jogadores não conseguia marcar.

Neste espaço de tempo até aos quinze minutos a equipa sofreu um golo numa perca de bola e enviou duas bolas aos ferros da baliza e falhou vários golos, para vir a fazer um golo de belo efeito por Diogo Pina após uma boa triangulação da equipa.

A partir dai a equipa diminui de ritmo, também fruto de vários substituições, mas continuou a dominar o jogo e a criar lances de golo, e voltou novamente a marcar aos 29 minutos por Ruben Gonçalves que apareceu ao segundo a concluir uma boa jogada de ataque.

Em resumo vitória certa da melhor equipa mas que começou muito apática o que não poderá acontecer com outras equipas mais fortes, mas que foi crescendo ao longo do jogo.

O próximo é o último da primeira volta e vamos jogar ao Fabril.

A equipa de CRI alinhou com os seguintes jogadores:

Pedro Horta; Tiago Santos; Luis Cascalheira; Guilherme Costa; Miguel Manhita; Gonçalo Rodrigues; Ruben Gonçalves ( c); Catarina Sebastião; Diogo Pina; Vasco Cerqueira; Miguel Vieira; Jorge Serra.


Texto: Augusto Manhita

sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

Treinador de futebol (alhosvedrense) está online


Tiago Fatia, treinador de futebol, alhosvedrense criou um espaço online:
"Para poder mostrar um pouco do que anda a fazer... em todas as tardes/noites que parto de junto da minha família. Pretendo mostrar algum do trabalho que realizo no dia a dia com os jogadores, assim como expôr algumas ideias."

terça-feira, 11 de Janeiro de 2011

Amora B 1-3 C.R.I. (Juvenis)

17ª Jornada do Campeonato Distrital de Juvenis 2 ª Divisão Serie A
A equipa do C.R.I. alinhou com :  Miguel Santana (gr.); André Viegas; Fábio Cartaxo; José Pedro (cap) e Victor Mendes; Sérgio Belfo; David Silva; Luís Trevas e João Caiado; Tiago Santos e Carlos Neves.
Como Suplentes: Ruben Zacarias; André Féria; Luís Rodrigues; Jorge Beira; Diogo Nora e Tiago Varandas.

Numa manhã de domingo a ameaçar chuva, num campo pelado em boas condições dado as condições climatéricas dos últimos dias mas como seria de esperar algo pesado.

A equipa da casa iniciou o jogo com maior posse de bola a meio campo, mas no primeiro ataque da equipa do CRI, com um cruzamento para a área do Amora aparece Luís Trevas a desviar a bola com um pequeno toque de cabeça e sobra para João Caiado que remata de primeira para o primeiro golo da partida estavam decorridos 5 minutos de jogo.

A equipa de Alhos Vedros permite que a equipa da casa tenha mais posse de bola na zona do meio campo, mas no entanto sem progressão.

A equipa de Alhos Vedros com uma estrutura defensiva muito forte e através de recuperações de bola lançando rápidos contra ataques vai criar três excelentes oportunidades de golo (Tiago Santos com 3 excelentes iniciativas consegue isolar-se e só por manifesta infelicidade não consegue marcar).

Aos 23 minutos de jogo João Caiado numa jogada de insistência recupera uma bola junto á área contrária crua e aparece Carlos Neves a marcar o 2º golo do CRI.

Por esta altura do jogo a equipa do CRI dominava por completo a partida e aos 35 minutos, mais uma boa jogada de ataque com Sérgio Belfo a cruzar para a área do Amora onde aparece o destemido João Caiado a marcar o 3º golo do jogo.

Resultado ao intervalo: AMORA B 0-3 CRI 

Para o 2º tempo entraram Tiago Varandas e Jorge Beira, para os lugares de André Viegas e Sérgio Belfo.

A equipa de Alhos Vedros volta a entrar bem no jogo e logo na primeira jogada, João Caiado numa excelente iniciativa individual obriga o guarda-redes do Amora a uma defesa de recurso.

O jogo neste segundo tempo torna-se mais dividido com a equipa do Amora a começar a chegar com algum perigo junto da baliza de Miguel Santana.

Aos 58 minutos Luís Trevas consegue isolar-se mas permite a defesa do guarda – redes.
60 minutos cartão amarelo para Tiago Santos por pontapear a bola após o arbitro apitar.
61 minutos cartão vermelho para Tiago Santos volta a repetir o mesmo erro e é expulso por acumulação de amarelos.
70 minutos sai David Silva e entra Luís Rodrigues.
75 minutos Sai Carlos Neves e Entra André Féria.
Por esta altura do jogo o Amora é a equipa mais perigosa e vai reduzir a desvantagem aos 79 minutos.
Aos 80 minutos sai Luís Trevas e entra Diogo Nora.


Excelente 1ª parte do CRI que marcou 3 golos e criou outras tantas oportunidades de golo apresentando algumas boas jogadas e com os jogadores a demonstrarem uma excelente entrega ao jogo.
Uma 2ª parte já menos conseguida, com alguns jogadores a darem sinais de cansaço, continuamos a cometer alguns erros infantis.

Esta vitória vem mais uma vez demonstrar que quando jogam como equipa são muito fortes.
Vamos trabalhar bem esta semana para continuar a efectuar bons jogos.

segunda-feira, 10 de Janeiro de 2011

GD Alfarim 1-1 C.R.I. (Infantis B)

Manhã de muito vento e chuva era o que nos esperava em Alfarim para mais um jogo do Campeonato Distrital de Infantis “B”.
O jogo começou com a situação climática muito adversa para nós, com vento contra e muita chuva, dai que resultou a nossa grande dificuldade em chegar a baliza adversaria.
Mas apesar disso, a equipa do CRI iria chegar ao golo aos 4 minutos por intermédio de Diogo Pina, depois de fugir á defensiva adversaria fez um remate cruzado rasteiro sem hipótese para o guarda-redes adversário.
A equipa adversaria reagiu bem e com a ajuda do vento foi empurrando a nossa equipa para trás e não foi de estranhar que aos 14 minutos surgiu o golo do empate através de um livre directo.
Até ao final da primeira parte houve lances de golo perto das duas balizas mas com o domínio da equipa do Alfarim.
Na segunda parte a condições climatéricas sofreram de novo alteração e nós não podemos beneficiar do forte vento que tinha estado em quase toda a primeira parte, por isso a segunda parte foi mais equilibrada e melhor jogada pelas duas equipas.
A equipa adversaria teve o domínio nos primeiros 15 minutos, mas na parte final da partida a nossa equipa ganhou o meio campo e esteve perto de ganhar o jogo tendo no ultimo lance da partida uma excelente ocasião para marcar.
Em resumo o empate premeia o esforço das duas equipas, onde o mau tempo que se verificou na primeira parte nos penalizou.
A equipa teve boa atitude, lutou bem e pode melhorar muito no aspecto táctico para proporcionar bons jogos de futebol.
O próximo jogo é em casa com o Arrentela.
A equipa do CRI alinhou com os seguintes jogadores: Pedro Horta; Nuno Cristo, Vasco Cerqueira; Guilherme Costa; Miguel Manhita; Gonçalo Rodrigues; Ruben Gonçalves; Catarina Sebastião; Diogo Pina; André Catela; Miguel Vieira; Jorge Serra

Texto: Augusto Manhita

terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Vídeo: Patinagem na Festa de Natal da SFRUA

Para ver mais vídeos: www.sfrua.web.pt

segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

Estágio da Selecção Regional do Sul de Rugby na Moita

Tendo em vista a participação da Seleção Regional do Sul, da Associação de Rugby do Sul, no prestigiado Torneio de Rugby de Vallodolid, em Espanha para Sub 14 anos, o Rugby Vila da Moita , que tem 2 Atletas seus pre-selecionados para aquela equipa, cedeu para um estágio, entre os dias 8 e 9 de Janeiro, o Campo de Jogos do Gaio, onde vão participar cerca de 60 atletas.

Também, é de referir que o Treinador dos Sub 14 do Beira Mar FC Gaiense / Rugby Vila da Moita, Antonio Pereira, que é simultaneamente Treinador adjunto da Seleção de Sub 14 participará neste estagio.
Este estagio só foi possível realizar-se na Moita, devido ao prestígio que foi alcançado pela Formação do Clube moitense, tem junto das Entidades Oficiais.
O imprescindível apoio da Câmara Municipal da Moita que cedeu o seu Pavilhão Municipal onde vão decorrer algumas sessões de trabalho e dormida dos cerca de 60 atletas e 15 Dirigentes e Treinadores.
Também várias entidades locais, privadas colaboram nesta iniciativa, tais como o Tabernão do Rugby que apoiará nas refeições especiais para os Atletas, e outros associaram-se a este evento com o fornecimento de produtos e bens de consumo.

Fonte: Rostos