terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Arrentela 4-2 C.R.I. (Juvenis)

Manhã de Domingo com a equipa do C.R.I. a deslocar-se à Arrentela para um jogo que se adivinhava muito difícil.
 A equipa do C.R.I. Alinhou com:
Tiago Ramos (gr.); Carlos Lança; José Pedro (Cap.); Davi Rodrigues e Hugo Borges;
Fábio Jorge; Tiago Poupinha; Bruno Lança e Rafael Sardo;
Juelmer Gomes e Ricardo Garcia.
Como Suplentes:
Rui Antunes; Diogo Faísca e Luís Trevas.

A equipa do C.R.I. iniciou o jogo algo nervosa tendo a equipa da casa maior ascendente. Aos poucos a equipa foi-se soltando e aos 10 minutos Juelmer à entrada da área liberta-se do adversário e remata com perigo, a partir daí a equipa de Alhos Vedros começou a equilibrar o jogo e a criar algumas situações de perigo na área do Arrentela.
Aos 24 minutos Juelmer Gomes pressiona a defesa contrária consegue roubar a bola na disputa com o defesa aguenta a carga entra na área sobre o lado direito e remata forte estava feito o primeiro golo da partida.
Aos 25 minutos o Arrentela vai chegar ao empate bola colocada nas costas da defesa do C.R.I. com o árbitro assistente a levantar bandeirola para assinalar o fora de jogo, mas a baixar a mesma logo de seguida, os jogadores do C.R.I. pararam e isolado o avançado da equipa da casa marca o golo da igualdade em nítida posição de fora de jogo.
A equipa de Alhos Vedros por esta altura dominava por completo o jogo a meio campo e aos 27 minutos numa insistência de Rafael Sardo na área adversária consegue recuperar a bola e cruzar onde aparece Ricardo Garcia de cabeça a fazer o 2º golo do C.R.I. uma excelente prenda no seu dia de aniversário.
Até final da primeira parte a equipa de Alhos Vedros foi a melhor equipa em campo justificando desta forma o resultado ao intervalo.
Ao intervalo Arrentela 1- C.R.I. 2.
Para o segundo parte a equipa da casa apareceu mais pressionante e logo aos 3 minutos vai chegar ao empate. Um mau alívio no meio campo da equipa de Alhos Vedros permite o ataque rápido da equipa da Arrentela.
Aos 10 minutos entra Luís Trevas e saiu Rafael Sardo.
Aos 17 minutos ataque rápido da equipa da casa com Tiago a defender o primeiro remate para o poste mas na recarga o avançado da casa a marcar o 3º golo do Arrentela.
A equipa de Alhos Vedros sentiu o golo e começou a desunir-se para ajudar aos 25 minutos o árbitro marca penalty numa bola que bate no solo e vai bater na mão de Carlos que tinha os braços ao longo do corpo (nem cartão amarelo mostrou), na conversão o Arrentela marca o 4º golo.
27 minutos cartão amarelo para Juelmer.
30 minutos saiu Luís Trevas lesionado e entrou Diogo Faísca.
32 minutos cartão amarelo para Davi Rodrigues.
35 minutos 2º amarelo para Juelmer e consequente vermelho.
37 minutos cartão amarelo para Tiago Poupinha.

Boa primeira parte da equipa do C.R.I. com momentos de bom futebol, na segunda parte a equipa cometeu alguns erros que resultaram em golos do adversário, a partir deste momento a equipa desuniu-se e alguns jogadores novamente voltaram a perder a cabeça com excesso de cartões amarelos e uma expulsão.
Neste momento em que o plantel é reduzido com jogadores doentes (esta semana o Fábio Cartaxo), castigos estas atitudes tornam-se prejudiciais para a equipa.
No entanto este jogo mostrou que esta equipa completa sem castigos, lesões e jogadores doentes poderia ter saído da Arrentela com um resultado positivo.
Vitória justa do Arrentela, mas há a realçar os dois erros de arbitragem, que acabaram por ter influência no resultado final.
 
Texto: JF

Reacções:

0 COMENTÁRIOS: