segunda-feira, 8 de novembro de 2010

C.R.I. 1–15 AD Qta.Conde (Infantis B)

 Segunda jornada do campeonato distrital de Infantis B, em que o nossa equipa tinha uma deslocação difícil ao terreno de uma boa equipa, que entrou a todo gás tendo a equipa do CRI dificuldades em suster o caudal ofensivo do adversário, mas com alguma sorte e alguma atitude a equipa do lá se foi  aguentado até ao minuto 9 quando surgiu o primeiro golo da equipa adversaria em posição de fora de jogo.
A partir daqui a equipa desmoronou-se e nunca mais se consegui encontrar até ao final da primeira parte que registava o resultado de 7 – 0.
Na segunda parte a equipa entrou mais calma e com melhor atitude e conseguiu discutir o jogo até aos 15 minutos altura em que sofreu o oitavo golo, e tal como na primeira parte a equipa caiu a pique e sofreu mais sete golos até final, tendo ainda marcado 1 por intermédio de André Catela.
Em resumo um jogo muito esquisito em termos de comportamento dos jogadores que desapareciam do jogo com uma grande facilidade, onde existiu alguma falta de confiança e uma grande desmotivação pelo avolumar do resultado ao qual não estavam habituados.
Cabe agora ao grupo reflectir sobre o que se passou e ver os erros que cometemos para levar tamanha goleada e corrigir já no próximo jogo que vai ser com o Desportivo de Portugal no nosso campo.

A equipa do CRI alinhou com os seguintes jogadores:

Pedro Horta (gr), Miguel Manhita, Luís Cascalheira; Nuno Cristo; Tiago Santos; Vasco Cerqueira; Catarina Sebastião; Diogo Pina; Ruben Gonçalves; André Catela; Gonçalo Rodrigues; Jorge Serra (gr)


Texto: Augusto Manhita

Reacções:

0 COMENTÁRIOS: