terça-feira, 12 de abril de 2011

C.R.I. 3–7 G.D. Alfarim (Infantis-B)

Disputou-se no sábado mais um jogo do Campeonato Distrital de Infantis B, onde a equipa do CRI recebeu o Alfarim.

Previa-se que fosse um jogo equilibrado, mas tal não aconteceu porque a equipa do CRI entrou completamente apática e aos 6 minutos já perdia por três a zero. Fomos obrigados a rectificar processos e posições e o jogo ficou mais equilibrado, com oportunidades de golo numa baliza e noutra.

Mas seria novamente o adversário a fazer mais um golo, ao qual respondeu o CRI também com um golo por intermédio de Guilherme Costa na sequência de um pontapé de canto.

Até ao final da primeira parte ainda dispusemos de algumas oportunidade de golo, mas por ineficácia e algum azar não concretizamos nenhuma.

Na segunda parte íamos tentar dar a volta ao resultado, mas sofremos um golo logo no primeiro minuto, fruto de mais uma desatenção do nosso guarda-redes.

Mesmo assim ainda reagimos e fizemos o segundo golo, novamente na sequência de um pontapé de canto, por Miguel Vieira.

Tivemos durante algum tempo o domínio do jogo e criamos algumas oportunidades, que não foram concretizadas, e acabamos por sofrer mais um golo, que sentenciou a partida.

A partir daqui sucederam-se lances de golo junto das duas balizas, tendo o adversário marcado mais um e o CRI outro por intermédio de Diogo Pina a antecipar-se de cabeça ao guarda-redes.

Em resumo vitória certa da equipa que menos falhou e melhor aproveitou os lances de golo.

O próximo jogo é com o Arrentela fora.


A equipa do CRI alinhou com os seguintes jogadores:
Jorge Serra; Nuno Cristo; Luis Cascalheira; Guilherme Costa; Miguel Manhita; Gonçalo Rodrigues; Ruben Gonçalves ( c); Catarina Sebastião; Diogo Pina; André Catela ; Miguel Vieira; Vasco Cerqueira.

 Texto: Augusto Manhita

Reacções:

1 COMENTÁRIOS:

Só é pena o treinador continuar a fazer a equipa para o filho jogar. Só ele é que não ve que desde ha 5 ou 6 jogos o filho só faz asneiras.
Tenha a coragem de dixar o filhote de fora, não o queira fazr brilhar a força. É uma vergonha convocar miudos que jogam 2 ou 3 minutos, para os lugares cativos estarem sempre garantidos