quarta-feira, 30 de março de 2011

Entrevista com N.Aiveca (Tr. Juvenis do C.R.I.)

Terminada a 1ª fase da 2ª divisão do campeonato distrital de Juvenis (A.F.Setúbal), altura que julgamos oportuna para recolher algumas opiniões. Neste caso falámos com o treinador do C.R.I., Nuno Aiveca.

- Como decorreu a época? a classificação obtida satisfez?

NA - Em termos gerais a época foi positiva, mas não atingimos o objectivo (2ª fase) devido a alguma falhas pontuais. No entanto considero que conseguimos mostrar que poderiamos ter alcançado o objectivo e que tinhamos condições para tal, mas no futebol não há certezas e esperemos que no futuro isso aconteça.
 

- Como foram superadas as dificuldades, nomeadamente a sua ausência em determinadas fases?

NA - Conseguimos formar uma excelente equipa técnica (Eu, José Ferreira e Miguel), juntamente com o Raúl ( Delegado/Director ) e o Sr.José ( Massagista ), e como tal, a minha ausência devido a outros compromissos não se fez notar muito. Considero que independentemente dessa falta de tempo, tivemos possibilidade de fazer história e uma vez mais temos que adiar esse objectivo. E por outro lado provar que temos pessoas crediveis para continuar a comandar as nossas equipas.
 

- O CRI vai participar no Torneio Complementar. Os iniciados de 2º ano poderão já ser integrados no grupo preparando a próxima época?

NA - A nossa participação no complementar serve para dar continuidade a esta equipa de juvenis 2010/2011, que por sua vez não irá parar antecipadamente, e sim,  desde que o campeonato de iniciados termine, poderemos optar por rodar e inserir os jogadores da equipa de iniciados. Neste momento temos uma estrutura montada e na próxima época já possuimos uma equipa equilibrada independemente de jogadores A,B ou C optarem por outros caminhos.
 

- Depois da participação de uma equipa de juniores na época passada, o CRI optou por não competir neste escalão em 2010/2011, como vai ser em 2011/12?

NA - Na minha opinião o importante é cada vez mais criar condições nos escalões de formação ( Petizes  e Traquinas ), e em relação aos Juniores estamos a tentar formar uma equipa na época 2011/2012, no entanto é cada vez mais é dificil cativar e estimular os jovens dessa idade, e pela minha experiência, a motivação tem de partir também deles e não só do "Staff", que por vezes não consegue chegar a todo o lado. É cada vez mais importante sentir que os atletas têm orgulho no Clube e vestir a camisola a todos os níveis, porque só assim conseguem que nós (técnicos e direcção) acreditemos no futuro e na nossa evolução como Clube.


- Vai continuar? Quais os seus projectos para a próxima época?

NA - Da minha parte sinto motivação para continuar no C.R.I.. Respeito muito este clube desde o inicio, porque é um clube ímpar e com ideais diferentes daqueles que conheço, podem dizer que somos humildes, mas tenho a plena convicção que evoluimos muito e neste momento já possuimos atletas com muitas capacidades, no entanto podemos fazer sempre mais e melhor.
A nivel pessoal, cada vez mais é dificil conjungar todos os meus projectos, devido a ter uma vida pessoal muito activa ( entrada na faculdade, ter sido pai recentemente, outros projectos na área desportiva e ainda conciliar os treinos), mas continuo a ter força e motivação para o "C.R.I.".


Entrevista concedida a: www.cri.web.pt e alhosvedros-sports.blogspot.com

Reacções:

0 COMENTÁRIOS: