sexta-feira, 7 de maio de 2010

C.R.I. 1-3 Trafaria (Juvenis)

Excelente tarde de Primavera algo ventosa.
Jogo que se previa complicado já que a equipa da Trafaria se encontra bem classificada.
A equipa do C.R.I. debatia-se durante a semana com vários problemas de lesões (Fábio Cartaxo), doentes (José Pedro e Carlos Lança) e castigados (Luís Trevas e Tiago Poupinha).
A equipa do C.R.I. alinhou com: Tiago Ramos (gr.); Sérgio Belfo; Luís Barbosa (cap.); Davi Rodrigues; e Hugo Borges; Fábio Jorge; Bruno Lança; Rafael Sardo e Diogo Faísca;  Ricardo Garcia e Juelmer Gomes.
Como Suplentes: Carlos Lança e José Pedro.

A equipa da Trafaria com o vento a favor nos primeiros minutos conseguiu algum ascendente no jogo e na marcação de um canto aos 9 minutos vai chegar á vantagem no marcador.
A partir dai a equipa do C.R.I. começa a controlar o jogo e é quem cria as maiores oportunidades para empatar o jogo através de Diogo Faísca e Fábio Jorge.
Ao intervalo: C.R.I. 0 – Trafaria 1
Para o 2º tempo a equipa de Alhos Vedros começa o jogo a pressionar a equipa adversária e aos 5 minutos vai chegar ao empate num golo algo esquisito na conversão de um livre muito longe da área com Ricardo Garcia a colocar a bola para a área ninguém a tocar na bola e esta a entrar na baliza do Trafaria estava feito o empate e dada alguma justiça ao jogo.
A partir desta altura a equipa de Alhos Vedros domina completamente o jogo, limitando-se o Trafaria a esporádicos contra – ataques e aos 12 minutos do 2º tempo vai marcar novamente após uma bola lançada para as costas da defesa de Alhos Vedros com o avançado forasteiro a aparecer frente a Tiago e a marcar o 2º golo.
Aos 15 minutos do 2º tempo saiu Diogo Faísca e entrou José Pedro.
A equipa do C.R.I. continua a atacar e a desperdiçar várias oportunidades de golo, e mais uma vez aos 27 minutos do 2º tempo, num contra ataque rápido da equipa da Trafaria, com um cruzamento para a área da equipa de Alhos Vedros e com o Tiago fora da baliza José Pedro de cabeça atrasa para o seu guarda – redes fazendo um auto-golo.
A equipa do C.R.I. continua a desperdiçar oportunidades e a jogar bom futebol pecando na finalização.
Aos 30 minutos do 2º tempo cartão amarelo para Tiago.

Se os resultados em futebol fossem consequência da qualidade de jogo apresentada e das oportunidades de golo criadas, a equipa do C.R.I. teria claramente ganho este jogo.
No Futebol quem ganha marca e foi o que aconteceu o Trafaria criou 3 oportunidades de golo e marcou o C.R.I. teve mais de uma dezena de oportunidades claras de golo que não finalizou.
A equipa do C.R.I. principalmente no 2º tempo efectuou uma das melhores exibições da época, colocando a bola no chão com a bola a ser jogada pelos flancos, etc, todos deram o máximo e mesmo derrotados, saíram de campo com a consciência que deram tudo para obterem um resultado diferente.
Se continuarem a jogar desta forma e a manter este espírito os resultados positivos vão voltar a aparecer.

Texto: JF

Reacções:

0 COMENTÁRIOS: