sexta-feira, 30 de abril de 2010

C.R.I. 1-3 Amora FC”B” (Juvenis)

Excelente tarde de Primavera com excelente temperatura.
Jogo que se previa complicado já que a equipa da Amora se encontra bem classificada.
Para dirigir este jogo foi nomeado uma equipa de arbitragem chefiada por um arbitro que antes de iniciar o jogo arranjou logo problemas com umas balizas que estavam nas imediações do terreno de jogo e demonstrou que das leis de jogo percebia pouco ou nada.

A equipa do C.R.I. alinhou com:Tiago Ramos (gr.); Carlos Lança; Luís Barbosa ; José Pedro (cap.); e Hugo Borges; Fábio Jorge; Tiago Poupinha; Luís Trevas e Rafael Sardo;  Diogo Faísca e Fábio Cartaxo.
Como Suplentes: Ruben Zacarias; Sérgio Belfo; Davi Rodrigues; Ricardo Garcia e Juelmer Gomes.

A equipa do Amora entra melhor ganhando a luta a meio campo e com trocas de bola rápidas vai começando a criar perigo junto à baliza do C.R.I..

Por esta altura do jogo já dava para perceber que quem andava a apitar não tinha jeitinho nenhum para aquilo até parecia não estar no seu estado normal, não acompanhava as jogadas, refugiava-se nas zonas com sombra, de vez em quando tal como miúdos da escola reclamava com o auxiliar do lado dos bancos de suplente enfim só visto.

Aos 30 minutos numa excelente jogada de contra ataque a bola chega a Fábio Cartaxo que após uma falha do defesa contrário isola-se e marca, para espanto de toda a gente o arbitro auxiliar marca fora de jogo, o Fábio estava bem atrás e só chega á bola porque o defesa contrário falha o corte golo mal anulado á equipa de Alhos Vedros.

Na jogada seguinte o Amora vai marcar o 1º golo da partida após uma excelente jogada de ataque o avançado da Amora á entrada da área remata sem qualquer hipótese para Tiago Santos.
Aos 35 minutos saiu Diogo Faísca e entrou Davi Rodrigues.
Aos 39 minutos mais uma jogada rápida de ataque do C.R.I. e mais uma vez com Fábio Cartaxo a isolar-se e o mesmo auxiliar mal a assinalar fora de jogo enquanto o árbitro estava á sombra e muito atrás das jogadas nem conseguia correr.

Ao intervalo:C.R.I. 0 – Amora B 0

Para o 2º tempo entrou Ricardo Garcia para o lugar de Fábio Cartaxo lesionado.
Aos 2 minutos do 2º tempo após uma excelente combinação de Luís Trevas com Rafael Sardo, este cruza o guarda-redes larga a bola que sobra para Luís Trevas que faz o golo do empate.
Aos 8 minutos do 2º tempo saiu Carlos Lança e entrou Sérgio Belfo
Aos 20 minutos do 2º tempo saiu Rafael Sardo e entrou Juelmer Gomes, por esta altura a equipa do Amora têm um maior ascendente na partida mas a equipa de Alhos Vedros através de rápidos contra ataques vai criando perigo junto á baliza do Amora.
Aos 25 minutos do 2º tempo após um cruzamento para a área da equipa de Alhos Vedros e quando tinha o lance perfeitamente controlado Tiago Santos ao saltar para agarrar a bola escorrega sobrando a bola para o avançado do Amora que marca o 2º golo.
A partir desta altura a equipa da casa tenta chegar ao empate mas a equipa da Amora consegue controlar o jogo.
Aos 38 minutos da 2ª parte Luís Trevas disputa uma bola com o guarda-redes adversário, não toca no mesmo o árbitro resolve marcar falta e mostra cartão amarelo ao Luís Trevas, do público alguém ofende o jogador este responde com o gesto de mandar calar o árbitro que até aqui demonstrou ser conhecedor de todas as leis do jogo que acompanhava de perto as jogadas não faz por menos mostra o 2º cartão amarelo a Luís Trevas e consequente cartão vermelho.
Aos 40 minutos da 2ª parte o Amora num contra ataque rápido vai marcar o 3º golo.

No final do jogo cartão vermelho para Tiago Poupinha.

Vitória justa do Amora uma equipa uns furos acima da equipa do C.R.I., no entanto os erros da equipa de arbitragem podem ter condicionado o resultado.

Quanto ao árbitro estivemos perante um autêntico "cromo", não têm nenhuma condição para apitar jogos de futebol.

No final do 1º tempo deu 2 minutos de compensação, no final do 2º tempo com as 2 equipas a fazerem 4 substituições cada não deu compensação.

Para os jogadores do C.R.I. de salientar que lutaram e dignificaram o clube que representam.

Texto: JF

Reacções:

0 COMENTÁRIOS: