quarta-feira, 17 de março de 2010

Vale Milhaços 2-2 C.R.I. (Juvenis)

Manhã de Domingo com sol frio com a equipa do C.R.I. a deslocar-se a Vale Milhaços para um jogo que se adivinhava muito difícil já que o C.R.I. só tinha disponíveis 11 jogadores.

 A equipa do C.R.I. Alinhou com: Tiago Ramos (gr.); Sérgio Belfo; José Pedro(Cap.); Luís Barbosa e Hugo Borges; Fábio Jorge; Carlos Lança; Luís Trevas e Rafael Sardo,  Diogo Faísca e Ricardo Garcia.
A equipa do C.R.I. iniciou o jogo com maior ascendente sobre a equipa da casa e aos 8 e 12 minutos Ricardo Garcia isolado falha duas excelentes oportunidades para a equipa de Alhos Vedros se adiantar no marcador.
A equipa da casa cria perigo na marcação de um livre directo atirando ao poste aos 20 minutos.
A equipa de Alhos Vedros com mais posse de bola e mesmo sem jogar bem, num pelado em boas condições é a única equipa a levar perigo junto da área contrária.

Ao intervalo Vale Milhaços 0 – C.R.I. 0

A equipa do C.R.I. entra para a segunda parte com uma enorme vontade de ganhar o jogo e aos 6 minutos Luís Trevas isola-se e remata o guarda-redes defende e quando Luís Trevas se prepara para rematar é impedido por um defesa contrária, grande penalidade prontamente assinalada e convertida por Luís Trevas que marca o 1º golo da partida.

Aos 7 minutos novamente Luís Trevas a isolar-se e a permitir a defesa do guarda-redes.
A equipa de Alhos Vedros com uma atitude fantástica domina por completo o jogo.
Aos 25 minutos vai aumentar a vantagem por Fábio Jorge após um canto com um excelente remate na pequena área adversária.
A partir dos 30 minutos da 2ª parte a equipa de Alhos Vedros começa a quebrar fisicamente, aproveitando a equipa da casa para se aproximar da área do C.R.I..
Aos 40 minutos da 2ª parte a equipa de Vale Milhaços vai reduzir para 1-2, depois de uma falha do sector defensivo da equipa do C.R.I..
A equipa de Arbitragem dá 4 minutos de compensação.
Aos 46 minutos da 2ª parte o Vale Milhaços vai chegar ao empate aproveitando novamente uma falha da defensiva de Alhos Vedros.

A equipa de arbitragem que até tinha efectuado um bom trabalho, parece que verificando as dificuldades físicas que os jogadores de Alhos Vedros se debatiam prolongou o jogo até a equipa da casa marcar.

Resultado extremamente injusto para o que os jogadores do C.R.I. fizeram em campo, criando diversas oportunidades de golo que não concretizou.
Acabou por pagar o esforço e não tendo banco para refrescar a equipa, acabou com alguns jogadores a terminarem o jogo completamente desgastados.
A equipa fez 30 minutos da 2ª parte com alguma qualidade e com muito espírito de equipa e entreajuda entre todos os jogadores.
Dentro deste espírito gostaria de realçar o grande jogo que Luís Trevas efectuou a atacar a defender na sua área e o espírito de sacrifício de Sérgio Belfo que doente se sacrificou em prol da equipa.

 
Gostaria de alertar que numa equipa de futebol, existem lugares em que os jogadores mesmo sem terem muito trabalho ao longo do jogo, têm que manter a concentração até ao apito final do árbitro.


Texto: JF

Reacções:

0 COMENTÁRIOS: